SOMENTE MUSICAS GOSPEL

Loading...

terça-feira, 26 de novembro de 2013

ASSIM DIZ O SENHOR

1Assim diz o SENHOR: Guardai o juízo, e fazei justiça, porque a minha salvação está prestes a vir, e a minha justiça, para se manifestar.
2Bem-aventurado o homem que fizer isto, e o filho do homem que lançar mão disto; que se guarda de profanar o sábado, e guarda a sua mão de fazer algum mal.
3E não fale o filho do estrangeiro, que se houver unido ao Senhor, dizendo: Certamente o Senhor me separará do seu povo; nem tampouco diga o eunuco: Eis que sou uma árvore seca.
4Porque assim diz o Senhor a respeito dos eunucos, que guardam os meus sábados, e escolhem aquilo em que eu me agrado, e abraçam a minha aliança:
5Também lhes darei na minha casa e dentro dos meus muros um lugar e um nome, melhor do que o de filhos e filhas; um nome eterno darei a cada um deles, que nunca se apagará.
6E aos filhos dos estrangeiros, que se unirem ao Senhor, para o servirem, e para amarem o nome do Senhor, e para serem seus servos, todos os que guardarem o sábado, não o profanando, e os que abraçarem a minha aliança,
7Também os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar; porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos.
8Assim diz o Senhor DEUS, que congrega os dispersos de Israel: Ainda ajuntarei outros aos que já se lhe ajuntaram.
9Vós, todos os animais do campo, todos os animais dos bosques, vinde comer.
10Todos os seus atalaias são cegos, nada sabem; todos são cães mudos, não podem ladrar; andam adormecidos, estão deitados, e gostam do sono.
11E estes cães são gulosos, não se podem fartar; e eles são pastores que nada compreendem; todos eles se tornam para o seu caminho, cada um para a sua ganância, cada um por sua parte.
12Vinde, dizem, trarei vinho, e beberemos bebida forte; e o dia de amanhã será como este, e ainda muito mais abundante.

Bíblias

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

EXODO 20 as leis que rege o mundo






1Então falou Deus todas estas palavras, dizendo:
2Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
3Não terás outros deuses diante de mim.
4Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
5Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
6E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os meus mandamentos.
7Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.
8Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
9Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.
10Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.
11Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou.
12Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.
13Não matarás.
14Não adulterarás.
15Não furtarás.
16Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
17Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.
18E todo o povo viu os trovões e os relâmpagos, e o sonido da buzina, e o monte fumegando; e o povo, vendo isso retirou-se e pôs-se de longe.
19E disseram a Moisés: Fala tu conosco, e ouviremos: e não fale Deus conosco, para que não morramos.
20E disse Moisés ao povo: Não temais, Deus veio para vos provar, e para que o seu temor esteja diante de vós, a fim de que não pequeis.
21E o povo estava em pé de longe. Moisés, porém, se chegou à escuridão, onde Deus estava.
22Então disse o Senhor a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: Vós tendes visto que, dos céus, eu falei convosco.
23Não fareis outros deuses comigo; deuses de prata ou deuses de ouro não fareis para vós.
24Um altar de terra me farás, e sobre ele sacrificarás os teus holocaustos, e as tuas ofertas pacíficas, as tuas ovelhas, e as tuas vacas; em todo o lugar, onde eu fizer celebrar a memória do meu nome, virei a ti e te abençoarei.
25E se me fizeres um altar de pedras, não o farás de pedras lavradas; se sobre ele levantares o teu buril, profaná-lo-ás.
26Também não subirás ao meu altar por degraus, para que a tua nudez não seja descoberta diante deles.

Bíblias

Leia a palavra de Deus,pois ela é seu guia e seu melhor conselheiro

1Ouve, ó Israel, hoje passarás o Jordão, para entrares a possuir nações maiores e mais fortes do que tu; cidades grandes, e muradas até aos céus;
2Um povo grande e alto, filhos de gigantes, que tu conheces, e de que já ouviste. Quem resistiria diante dos filhos dos gigantes?
3Sabe, pois, hoje que o Senhor teu Deus, que passa adiante de ti, é um fogo consumidor, que os destruirá, e os derrubará de diante de ti; e tu os lançarás fora, e cedo os desfarás, como o Senhor te tem falado.
4Quando, pois, o Senhor teu Deus os lançar fora de diante de ti, não fales no teu coração, dizendo: Por causa da minha justiça é que o Senhor me trouxe a esta terra para a possuir; porque pela impiedade destas nações é que o Senhor as lança fora de diante de ti.
5Não é por causa da tua justiça, nem pela retidão do teu coração que entras a possuir a sua terra, mas pela impiedade destas nações o Senhor teu Deus as lança fora, de diante de ti, e para confirmar a palavra que o Senhor jurou a teus pais, Abraão, Isaque e Jacó.
6Sabe, pois, que não é por causa da tua justiça que o Senhor teu Deus te dá esta boa terra para possuí-la, pois tu és povo obstinado.
7Lembra-te, e não te esqueças, de que muito provocaste à ira ao Senhor teu Deus no deserto; desde o dia em que saístes do Egito, até que chegastes a esse lugar, rebeldes fostes contra o Senhor;
8Pois em Horebe provocastes à ira o Senhor, tanto que o Senhor se indignou contra vós para vos destruir.
9Subindo eu ao monte a receber as tábuas de pedra, as tábuas da aliança que o Senhor fizera convosco, então fiquei no monte quarenta dias e quarenta noites; pão não comi, e água não bebi;
10E o Senhor me deu as duas tábuas de pedra, escritas com o dedo de Deus; e nelas estava escrito conforme a todas aquelas palavras que o Senhor tinha falado convosco no monte, do meio do fogo, no dia da assembléia.
11Sucedeu, pois, que ao fim dos quarenta dias e quarenta noites, o Senhor me deu as duas tábuas de pedra, as tábuas da aliança.
12E o Senhor me disse: Levanta-te, desce depressa daqui, porque o teu povo, que tiraste do Egito, já se tem corrompido; cedo se desviaram do caminho que eu lhes tinha ordenado; fizeram para si uma imagem de fundição.
13Falou-me ainda o Senhor, dizendo: Atentei para este povo, e eis que ele é povo obstinado;
14Deixa-me que os destrua, e apague o seu nome de debaixo dos céus; e te faça a ti nação mais poderosa e mais numerosa do que esta.
15Então virei-me, e desci do monte; o qual ardia em fogo e as duas tábuas da aliança estavam em ambas as minhas mãos.
16E olhei, e eis que havíeis pecado contra o Senhor vosso Deus; vós tínheis feito um bezerro de fundição; cedo vos desviastes do caminho que o Senhor vos ordenara.
17Então peguei das duas tábuas, e as arrojei das minhas mãos, e as quebrei diante dos vossos olhos.
18E me lancei perante o Senhor, como antes, quarenta dias, e quarenta noites; não comi pão e não bebi água, por causa de todo o vosso pecado que havíeis cometido, fazendo mal aos olhos do Senhor, para o provocar à ira.
19Porque temi por causa da ira e do furor, com que o Senhor tanto estava irado contra vós para vos destruir; porém ainda por esta vez o Senhor me ouviu.
20Também o Senhor se irou muito contra Arão para o destruir; mas também orei por Arão ao mesmo tempo.
21Porém eu tomei o vosso pecado, o bezerro que tínheis feito, e o queimei a fogo, e o pisei, moendo-o bem, até que se desfez em pó; e o seu pó lancei no ribeiro que descia do monte.
22Também em Taberá, e em Massá, e em Quibrote-Hataavá provocastes muito a ira do Senhor.
23Quando também o Senhor vos enviou de Cades-Barnéia, dizendo: Subi, e possuí a terra, que vos tenho dado: rebeldes fostes ao mandado do Senhor vosso Deus, e não o crestes, e não obedecestes à sua voz.
24Rebeldes fostes contra o Senhor desde o dia em que vos conheci.
25E prostrei-me perante o Senhor; aqueles quarenta dias e quarenta noites estive prostrado, porquanto o Senhor dissera que vos queria destruir.
26E orei ao SENHOR, dizendo: Senhor DEUS, não destruas o teu povo e a tua herança, que resgataste com a tua grandeza, que tiraste do Egito com mão forte.
27Lembra-te dos teus servos, Abraão, Isaque, e Jacó. Não atentes para a dureza deste povo, nem para a sua impiedade, nem para o seu pecado;
28Para que o povo da terra donde nos tiraste não diga: Porquanto o Senhor não os pôde introduzir na terra de que lhes tinha falado, e porque os odiava, os tirou para matá-los no deserto;
29Todavia são eles o teu povo e a tua herança, que tiraste com a tua grande força e com o teu braço estendido.

Bíblias

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

10º MANDAMENTO

10º MANDAMENTO (por Marcio)
"Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo" (Êxodo 20:17)O pecado nasceu no céu pela decisão errada de um anjo. O autor do pecado encheu-se de orgulho e decidiu em seu coração que estar ao lado de Deus refletindo Sua luz não seria mais o suficiente, por isso, foi o primeiro ser do universo a COBIÇAR aquilo que não lhe pertencia. Ele queria o lugar de Deus; queria estar acima da posição de Deus. Está escrito: "...Eu subirei ao céu, e, acima das estrelas de Deus, exaltarei o meu trono, e, no monte da congregação, me assentarei, da banda dos lados do norte. Subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo” (Isaías 14:12-14).
Lucífer (anjo de luz), refletia a luz que vinha do trono de Deus, tamanho privilégio como ser criado por estar ao lado do Pai no monte santo -"Tu eras QUERUBIM ungido para proteger, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti”. Vers 17. “... Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti” (Ez. 28: 14,15 e 17). Apesar do cargo de alta posição, da sua sabedoria, perfeição e beleza, este que fora um dia inocente e puro, um grande anjo dos céus, hoje é o líder dos anjos do mal que estão na terra (como lemos acima).
Portanto, sabemos agora que o primeiro ato de cobiça nasceu no coração do anjo que já não é mais chamado de "portador de luz", mas sim de Satanás (que significa "adversário"). Porque citei todos estes versos? Pelo fato de entendermos que todo sentimento de ORGULHO, INVEJA e COBIÇA que eu e você possamos ter hoje, tem como originador o "adversário" de Deus e nosso também, o enganador de todo o mundo, o anjo que chefia o mal.
Esta instrução pede que afastemos nossos desejos de tudo aquilo que não nos pertence e que não precisamos. O desejo desenfreado por posses, dinheiro e poder que há muito vive o mundo, mais do que nunca ganha espaço na mente do homem moderno. Por amor ao ganho, muitos cobiçam o que é dos outros e a partir de então surgem toda espécie de maldade; por amor ao ganho, Judas traiu a Cristo.
Por cobiça, o homem adultera; por cobiça o homem rouba; por cobiça o homem trabalha no dia do Senhor visando maior lucro financeiro. A cobiça é perigosa: “E disse ao povo: Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça; porque a vida do homem não consiste na abundância das coisas que possui” (Lucas 12:15).
Tantas tecnologias, maravilhas modernas, distorcem ou até destroem a percepção da nossa realidade. A concupisciência dos olhos nesta corrida do "QUERER" sem moderação, sempre atrás de "COISAS", faz com que muitos homens ultrapassem a linha do plausível, deixando para trás a honestidade, a generosidade, a verdade, a bondade, a família como um todo e tantos outros elementos fundamentais do caráter humano. Seu foco é querer sempre mais em busca de satisfação e suposta segurança, estar na frente, se destacar, custe o que custar!
Em contrapartida, o livro sagrado nos ensina que para nos mantermos felizes, devemos nos contentar com o que temos. Justamente o contrário que muitas denominações atuais pregam - que para ser feliz é necessário ter muitos carros na garagem; uma empresa gigantesca, casa na praia, no campo e tantas outras coisas. O cristianismo vem se tornando uma religião de "barganhas", onde o cristão dá com o intúito de receber; onde Deus é procurado somente para que desejos sejam atendidos, na busca desesperada de bens materiais. Mas está escrito: "Mas é grande ganho a piedade com contentamento. Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele. Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes" (I Tim. 6:6-9).
REFLEXÃO: "E houve BATALHA NO CÉU: Miguel e seus anjos batalhavam contra o dragão; e batalhavam o dragão e seus anjos, mas não prevaleceram; nem mais seu lugar se achou nos céus. E foi precipitado grande dragão, a antiga serpente, chamada o diabo e Satanás, que engana a todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele" (Apoc. 12:7-9)