SOMENTE MUSICAS GOSPEL

Loading...

sexta-feira, 23 de novembro de 2012


VIDA REAL NO LAR


Tudo era belo como a flor.
Havia amor no lar.
Este amor promovia paz, desfazendo toda mágoa e dor, trazendo luz e saúde ao lar.
Não eram ricos, mas havia prazer, onde o ódio e o mal não pode haver.
Em suas lutas se fazia mais feliz pois Jesus dava amor no lar.
Porém os dias e anos foram passando. Aquele casal outrora tão próximo, foi se afastando.
Uma briga hoje, um desentendimento amanhã...
Até que um dia as crianças começaram a orar:
"Vem, ó Jesus, entre nós morar,
Seja também Teu o nosso lar.
Sê com mamãe e com papai;
Vem-nos, Senhor, abençoar."
Naquele lar não havia mais temor.
Haviam lutas e aflições, tristezas e dor.
Palavras duras e muito rancor.
No entanto como eram cristãos
O Espírito estava sempre a pedir:
"Não consentir! Não consentir
Que qualquer dor ou tristeza
Venha apagar teu amor!
Oh, não temer! Nunca ceder!
Lembra-te sempre que Cristo
É teu fiel Protetor."
Reconciliai-vos já, é ordem que Ele dá.
O caminho era longo, seus pés feridos estavam mas quanto ansiavam suas almas por um lar de paz e perdão.
Qual Filho, do seu lar saudoso eles queriam ir, qual passarinho para o ninho eles queriam subir.
Mas o desgosto, a amargura e a dor derrubaram aquele lar de amor.
Assim aquelas vidas, aquele lar, que outrora foi belo como a flor não representam a Cristo o Senhor.
São flores arrancadas, jogadas sobre um túmulo frio, onde na lápide esta escrito.
"Aqui jaz mais um Lar Cristão."

Prova: Início

"Há vários anos atrás, um grupo de pesquisadores entrevistou indivíduos que haviam procurado ajuda para algum tipo de problema.
Cerca de 1/5 - dificuldades de ajuste pessoal
12% - problemas com os filhos
42% - quase a metade dos entrevistados - afirmou que seus
problemas estavam centralizados em seu casamento.
O conflito no lar é quase universal. Antes do casamento, as pessoas que se amam tendem a enfatizar suas semelhanças e negligenciar suas diferenças. Existe quase sempre as crença de que "o nosso amor será diferente", mas as tensões crescem e aparecem quando pessoas, vindas de ambientes diversos e com personalidades diferentes, começam a viver juntas na mais íntima de todas as relações humanas." Gary Collins

Afirmação:

Entre os diversos ângulos da família, tocaremos em alguma coisa que tem desestabilizado a vida de muitos, senão de todos; a vida real no lar muitas é carregada de discórdia e agressão.
Mas queridos, creiam: há esperança.

Prova:

Contrariamente a todas as idéias que negam a possibilidade de mudanças significativas. O cristão bíblico assevera a possibilidade de mudanças radicais. Chama a isto de conversão, ou novo nascimento.
Quantos histórias e testemunhos ouvimos:
Viciados que se tornam temperantes.
Ladrões que se tornam trabalhadores.
Canibais que se tornaram bons cristãos.
Hoje, aqui certamente....
Assim,
Marido algum aqui presente precisa achar que tudo está perdido,
Esposa alguma deve desanimar-se.
Filhos, não devem sofrer tanto pelos problemas de seus pais.
A possibilidade de mudança não se limita aos outros, a família dos outros.
Ela está ao nosso alcance.
Deus está atarefado na obra de transformação de vidas. (ver Gálatas 5:22)
O Espírito Santo garante a possibilidade de mudanças, estes frutos podem ser atingidos por todos aqui. Deus supriu cada recurso necessário.
I Cor. 13:13.
Aqui nos é apresentado uma conjunção entre fé, esperança e amor.
A fé mantém-nos confiantes em Deus.
A esperança nos impulsiona para frente.
O amor dá sentido tanto a fé como a esperança, pois nos liga a Deus.
Embora o amor seja o maior dos três, agora a esperança - precisa estar viva em nós. Principalmente naquelas famílias em dificuldades.



Em I Tessalonicenses 01:03, lemos novamente:
"Lembramos continuamente, diante de nosso Deus e Pai, o que vocês tem demonstrado:
- o trabalho que resulta da fé,
o esforço motivado pelo amor,
e a perseverança proveniente da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo."
A fim de prosseguirmos pelo caminho da transformação, todos aqui
precisamos de esperança.

Ilustração:

Certo homem foi ao teatro com o autor de uma peça de sucesso.
Ele insistiu em explicar tudo.
Ele disse o que observar, contou os detalhes da direção, os erros do responsável pelos aspectos materiais, as manias da estrela.
O autor fez aquele homem ver antecipadamente todas as surpresas que ela teria, e assim arruinou sua noite."
Assim em nossa vida familiar todos desempenhamos algum papel.
Não sabemos qual será a próxima cena. Não temos detalhes de Deus, os erros e manias são descobertos na prática.
O oculto em vez de nos aterrorizar, deveria nos desafiar, nos encantar, afinal é com tentativas e erros que os cientistas é com tentativas e erros que os cientistas fazem suas descobertas.
Portanto precisamos do: Trabalho da Fé, Esforço do Amor, Perseverança da esperança.
O que é esperança?
Como obtê-la?
Nas Escrituras, a esperança sempre significa uma expectação confiante: o termo esperança nunca encerra o sentido de incerteza.
Há ocasiões em que todo crente se sente desencorajado.
Mas a idéia de um Deus todo poderoso e um crente derrotado.
E um Deus que é Pai e um cristão órfão. É uma contradição.
Vejamos Romanos 15:04,13
I Cor. 10:13
Para muitos seus problemas são uma densa floresta para que se possa
penetrar.
Porém junto de Cristo aprenderemos a derrubar algumas árvores por dia, deixando o resto para amanhã.
Assim seremos capazes de varar o caminho.
Até aqui podemos concluir o seguinte:
Assim como pessoas se convertem e mudam de vida. Casamentos com problemas podem ser transformados pelo Espírito Santo.
Precisamos do:
- trabalho da fé.
- o esforço do amor.
a perseverança da esperança
Esperança vem da certeza que Deus está conosco, que devido Sua fidelidade
nos dá o escape das situações difíceis.
Ilustração:
Certa vez um marido cometera um grave erro para com sua esposa. Isto
causou grande desgosto a ela.
Ela sentiu-se desprezada, esquecida, provocada.
A situação tornou-se tensa, o diálogo acabara, os olhares se desviaram. Moravam juntos, mas não viviam juntos.
Uma barreira cinzenta surgiu entre eles.
E o silêncio como uma lâmina cortava profundamente o relacionamento dos dois.
Passaram-se meses, até que um dia após ter silenciado tanto, a esposa sentiu ela mesma que precisava da companhia do esposo.
Dirigiu-se a ele e lhe disse:
Fulano eu te perdoou!
O marido com olhar insensível fala:
Perdoar o que? Você com todo este silêncio me fez pagar cada centavo de meu erro!!!
O lado ofendido acariciou na mente a ofensa, por motivo de auto-compaixão.
Folheto dos emocionais anônimos
Ressentimentos são sentimentos de raiva, de indignação... muitas vezes
expressados.
Revivemos a mágoa várias vezes no presente.
Mantemos vivas em nossas mentes as palavras ou ações dirigidas ou cometidas contra nós, enquanto nossa mágoa cresce absurdamente...até que ela cresça e se multiplique, consumindo nossos pensamentos.
Por favor leiam Efésios 4:26,27.
Não abrimos mão da mágoa. Sentimos pena de nós mesmos. Podemos desejar mal a determinada pessoa e esperar que ela venha a entender como nos magoou profundamente e prejudicou nossas vidas.
Podemos até ensaiar com detalhes, em nossa imaginação, cenas de como poderíamos nos vingar delas...
Efésios 4:26,27
Atos 8:22-23
Rom. 3:13-14
Hebreus 12:15
Não prestamos a menor atenção ao mal que fazemos a nós mesmos pensando desta forma.
Gastamos horas de nossos dias pensando no passado, em vez de tornarmos o nosso hoje melhor." Estamos em pecado.
Apelo
Quando guardamos ressentimento, isto é sentimos novamente , e novamente e....
Ficamos escravos do Diabo {laço de amargura
Eis aqui a grande questão.
Não quero dar ênfase alguma ao Diabo, porém não podemos ir ao outro estremo e esquecermos que vivemos em meio a um grande conflito entre o bem e o mal.
O campo de batalha é o mundo, e o "objeto" a ser conquistado é o nosso coração.
Se ao lidarmos com nossa esposa ou marido, ou com o próximo em geral e lembrássemos que podemos estar deixando o Diabo nos laçar.
Seriam diferentes nossas atitudes?
Guardaríamos rancor, ressentimentos?
Temos aberto nossos lares a destruição?
Temos dado lugar ao Diabo?
Precisamos lembrar:
Se deixarmos Cristo poder mudar o seu e o meu casamento.
Nossa esperança está em Deus que é fiel.
Ressentimento é falta de perdão, é deixar-se levar pelo Diabo.
Perdão é assumir o prejuízo.


Pr. Wladimir G. Souza


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos amigos deixe seus comentários e terei prazer em responder, claro se desejar.
Pois será bem vindos.
E disse Jesus aprendei de mim que sou manso e humilde de coração e encornareis descanso para vossas almas.
Tenha sempre bons momentos ao lado de Jesus.