SOMENTE MUSICAS GOSPEL

Loading...

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

MEDITAÇÃO JUVENIL DO MÊS DE FEVEREIRO


Abração de Deus


Eu sou o Senhor, o Deus de vocês; Eu os seguro pela mão. Isaías 41:13

No dia 7 do mês 7 de 2007, o Rio de Janeiro entrou para o grupo das cidades detentoras de uma das 7 Novas Maravilhas do Mundo. Cerca de 100 milhões de votos elegeram os locais imperdíveis de nossa época. Além de Machu Picchu, da Muralha da China e do Coliseu Romano, nossa Cidade Maravilhosa atraiu o mundo para seu mais conhecido ponto turístico: o Cristo Redentor.

No Morro do Corcovado, a 710 metros do nível do mar, a estátua impressiona: ali encontramos a escultura de Jesus, de 38 metros de altura, olhando para a Baía de Guanabara. Apesar de essa obra artística ser apenas uma criação humana, estar junto desse monumento é uma aventura turística e também uma experiência de reflexão.

É uma aventura porque para chegar lá você pode escolher ir de bondinho, ou através de uma trilha de alpinismo, ou ainda pelas escadas rolantes. Também é uma oportunidade para reflexão porque podemos pensar na presença de Cristo em nossa vida. Fui lá algumas vezes. Mas sempre deixo a máquina fotográfica de lado para pensar no que Jesus representa para mim. Aquela imagem não revela nem 1% do que realmente é o verdadeiro Cristo Redentor. Mas há uma lição que ela inquestionavelmente nos ensina: Jesus sempre está de braços abertos para nos ajudar.

O forte abraço de Jesus é melhor do que qualquer coisa no Universo. É bom ter um grupo de amigos e rir com gente que gosta da gente. Mas o que você vai fazer se tudo mudar? E se você, amigo, sobrou na escolha do time de futebol? E se você, amiga, foi zombada por não usar as roupas da moda? Cabeça fria! Tudo passa. Só uma coisa não passará, ainda que caiam os céus: os braços de Jesus estão bem abertos para você.

Lembra-se de José, jogado no poço pelos irmãos? E de Moisés, zombado pelos mágicos do Faraó? Noé foi deixado de lado ao anunciar um temporal que parecia impossível. E João foi deixado em uma ilha abandonada. Sabe o que me encanta? Todos eles contaram com o abraço de Jesus. Mesmo que ninguém esteja ao seu lado, Jesus está. Ele o abraça. Saiba que, com os amigos, sem os amigos ou apesar dos amigos, você pode ser feliz com Jesus. Isso é melhor do que qualquer maravilha do mundo.


Sábado, 2 de fevereiro


A Fila Anda


Eu, o Senhor, abençoei o sábado e o separei para ser um dia santo. Êxodo 20:11

Imagine que, como um explorador viajante, você está na fila para ser atendido. Sua senha é 875. A chamada pisca o 37. Esperar é ver o tempo em câmera lenta. Percebeu como ele para quando paramos? Ali, a multidão que se espreme também espera. Fila de montanha-russa, de cantina no recreio, de médico, enfim, tudo isso obriga a esperar. De repente, enquanto você boceja de tanto tédio, alguém acena. Você sorri desconfiado. Ele se aproxima.

“Que bom ver você de novo!”, ele grita. O Google do seu cérebro busca milhões de memórias em milésimos de segundo. Sim, é ele! Você lembrou: uma pessoa que você não encontrava havia três anos. Agora é a melhor hora de pôr o papo em dia, falando sobre os amigos e as novidades. Vocês dão muita risada. É sempre bom rever amigos. Melhor ainda se temos tempo para passar o tempo. Vocês dois esquecem os minutos. Nem ouvem os apitos sonoros do monitor. 875. É sua senha! Mas já? Sim, o tempo é relativo. Só depende de você achar amigos para encurtar a espera.

Por isso, Deus inventou a igreja e o sábado. São dispositivos divinos para acelerar a fila do tempo. Quando vemos pessoas como nós, com lutas e vergonhas semelhantes, todos acabam parecendo amigos de velhos tempos. Tempos de um Éden cuja serpente prometeu o luxo e entregou o papelão. De lá para cá, esperamos. Impacientes ou dorminhocos, todos esperamos. Na esperança da senha chamada: “Venham, filhos. Eu venci o mundo! Entrem na Minha casa!”

Este dia sagrado é para você não se cansar de aguardar. Se mais de uma década já passou desde seu nascimento, continue indo à igreja para continuar firme. Desde que Jesus voltou para o Céu, conforme o relato do livro de Atos, os cultos são uma oportunidade de adorarmos a Deus, reencontrando amigos que aguardam o retorno de Cristo. Ali vemos que o Céu é “quase lá”, ao invés de um desinteressante “ainda não”. Por isso, precisamos uns dos outros. Vamos ficar juntos, matando a saudade e lutando contra o sono. Não é fácil esperar, mas é bom quando passa mais rápido. Por isso, vou à igreja, falo com os outros, vibro com a esperança. E aí, vamos aproveitar o tempo na fila juntos?


Domingo, 3 de fevereiro


Casebre Mais Caro do Mundo


Na casa de Meu Pai há muitas moradas. João 14:2, ARA

Um bilhão de dólares. Essa foi a fortuna gasta para se construir uma única casa. Antilia foi o nome dado para esta mansão, considerada a residência mais cara do planeta. Ela serve de teto ao homem mais rico da Índia, Mukeshi Ambani. Este bilionário escolheu o sofisticado setor sul da cidade de Mumbai para ocupar uma área de 4.500 metros quadrados. Lá, o metro quadrado do terreno custa 10 mil dólares. Mas isso não é nada! A casa é composta de 27 andares! Tem estacionamento para 168 veículos, nove elevadores, heliporto com controle de tráfego aéreo, spa, salão de ioga, sala de dança, teatro com 50 cadeiras e três andares de jardins com várias piscinas.

O “prédio-casa” também foi construído para resistir a fortes terremotos. Ainda tem outro detalhe: são mantidos 600 empregados em tempo integral para servir exclusivamente aos únicos seis moradores endinheirados dali – pai, mãe, três filhos e sogra. Que tal?

Tamanha ostentação gerou desconforto mundo afora, pois, nesse mesmo solo indiano, a tremenda pobreza mata muita gente de fome. Não é de se perguntar que contradição é essa? A triste realidade é que em todos os lugares tem gente morando em palácios invejáveis, mas escondendo um coração egoísta digno de um casebre.

Por isso, acredito muito mais nas mansões celestiais. O que está sendo construído no Céu para nós tornará qualquer mansão terrena uma choupana. Para chegar lá, temos que abrigar Jesus como hóspede cativo na casa do nosso coração. A verdadeira riqueza não está naquilo que mostramos para o mundo, e sim no que vai se revelar sinceramente para Deus. O mesmo Dono do Universo é quem investiu Sua própria vida para nossa salvação. Isso não tem dinheiro que pague. Ao mesmo tempo, esse privilégio é oferecido gratuitamente para mim e para você.

Vamos viver este dia nos preparando para morar no palácio divino? Imagine quantas surpresas você terá ali. Por isso, não fique chateado, pensando no que você gostaria de ter, mas não tem. Ao contrário, agradeça a Deus pelo que você já tem e por tudo que ainda terá quando Cristo voltar. Para conhecer aquela casa, todo esforço e esfera vão valer a pena. Ela será toda sua.


Segunda, 4 de fevereiro


Sei Lá!


Ouvirão a voz dEle atrás de vocês, dizendo: “O caminho certo é este, andem nele.” Isaías 30:21

Viajando, já fui atendido por muitos garçons. Mas aquele entrou para a história. Era noite e estávamos passeando na orla da praia, quando bateu aquela fome devoradora. Achamos um cantinho aconchegante para comer e experimentar algo diferente.

Um rapaz chegou à nossa mesa e, lentamente, entregou o cardápio para nós.

– Escolham aí que eu já venho – ele resmungou, dando de ombros.

Passei os olhos na lista das opções e me encantei com o Super Suco Mix de Frutas. “Os mais deliciosos sabores tropicais na sua taça”, prometia o anúncio. Enlouqueci de vontade de matar a fome e a sede. Ficamos à espera do rapaz, que demorou uma eternidade para voltar.

– Amigo, estamos muito curiosos sobre este suco. Por gentileza, o que é que vem nele? – perguntei interessado.

O garçom olhou para nós com ar de desânimo e deu uma resposta incrível:

– Olhe, eu não sei não, viu? E, mesmo se soubesse, não iria adiantar porque não tem!

Um silêncio surgiu entre nós. Vi minha esposa de cara estática, com a boca aberta. Tentei segurar o riso, e respondi:

– E o que você sugere?

Ele, meio perdido, concluiu:

– Ora, senhor, qualquer coisa serve...

Não consegui mais segurar a risada. Jamais havia presenciado um atendimento como esse.

Esse episódio me faz pensar que, quando alguém não sabe para onde vai, qualquer lugar serve. Se você não tem noção de onde quer chegar é porque está indo para lugar nenhum. Gente desorientada existe aos montes – inclusive na sua escola, perto de sua casa ou até no seu grupo de amigos. Apatia e desânimo são características de quem está perdido. Quer uma dica? Afaste-se daqueles cuja bússola perdeu o norte. Você está na fase de aprender a tomar decisões, responder com objetividade e desbravar novos rumos. Calibre seu “norte” com a Bíblia e reivindique o alvo certo mirando o Céu. As pessoas notarão em você a diferença de quem sabe o que quer e para onde está indo.


Terça, 5 de fevereiro


Estranho do Bem


Uma grande recompensa está guardada no Céu para vocês. Mateus 5:12

Ontem contei para você a história do garçom mais desorientado do mundo. Hoje viajaremos para o extremo oposto: o tipo de gente cujo entusiasmo caracteriza suas atitudes. Ser prestativo é condição para subir na vida. Por isso, nem sonhe alto se o presente é cheio de má vontade.

Certa vez, pusemos o pé na estrada, a caminho de um cantinho chamado Praia dos Carneiros, em Pernambuco. Eu procurava o exato local de uma foto inesquecível, vista meses antes: era a imagem de um mar de coqueiros esvoaçantes inclinados do mesmo lado, diante de uma praia lindíssima. Dirigindo em estradas secundárias de paralelepípedos e chão batido, eu me perdi em uma área de casas de veraneio desabitadas.

Inesperadamente, um rapaz veio de moto em nossa direção. Ao ver-nos escondidos atrás de um enorme mapa amassado, ele parou e gritou: “Oi, querem ajuda?”

Senti uma imediata confiança na generosidade do desconhecido e acenei positivamente. Ele desceu da moto, tirou o capacete, perguntou para onde íamos, e reconheceu: “Este lugar é de difícil acesso, mas não existe beleza igual!” A seguir, nos explicou com tantos detalhes que fabricamos outro mapa a caneta.

Depois de uns minutos, ele disse: “Quer saber? Venham atrás de mim. Não tem erro!” O quê? Como assim? O rapaz voltou para a moto e foi à nossa frente por mais 15 minutos até, finalmente, despontar ao fim da estradinha um oceano verde de coqueirais dançando com o vento. Ficamos tão extasiados com a paisagem que nem percebemos nosso homem-bússola bater no vidro. “Desçam que eu faço uma foto de vocês”, ofereceu-se simpaticamente. Antes que eu duvidasse de sua boa vontade, ele tirou a foto, voltou para a moto e disse: “Curtam, amigos! Este paraíso é para poucos curiosos!” Fiquei sem reação. Jamais esqueci a boa vontade daquele estranho que me chamou de “amigo”.

Um dia, ainda vou vê-lo como diretor de uma empresa, dono de um negócio, ou até presidente da República. Gente assim vai mais longe, acredite! Que tal ser gentil e atencioso neste dia? O maior beneficiado será você mesmo. As pessoas irão admirar você. Agindo assim, nosso testemunho vai surpreender o mundo.


Quarta, 6 de fevereiro


O Taz


O pecado não dominará vocês. Romanos 6:14

Esqueça o personagem de desenho animado. Seu aspecto até certo ponto humorístico nada tem a ver com o verdadeiro bicho assustador. Se a Warner Bros popularizou seu jeito devorador sob o simpático nome de “Taz”, quem já o conheceu de perto não quer repetir a dose!

Hoje vamos dar um pulo a uma ilhota australiana chamada Tasmânia. É lá que existe o maior marsupial carnívoro do planeta. Seu nome já assusta logo de cara: chama-se diabo-da-tasmânia. Seu aspecto é ainda pior. Ele tem dentes afiados, pelos grossos e uma boca enorme que emite grunhidos apavorantes. Parece um enorme rato bizarro com orelhas de pit bull. A noite escura é seu momento preferido para atacar. Ele pode surgir do nada no meio das estradas tasmanianas. Quem já ouviu seus gritos uivantes não se esquece!

Você sabe o que ele come? Ele prefere carniça de animais mortos e putrefatos. Seu nariz não se importa com o cheiro horrível de carne pútrida. Quando esses animais se juntam para devorar uma carcaça, o pandemônio se instala em uma desordem total. Os mais fortes e esfomeados são os privilegiados. Esse bicho é tão asqueroso que, se preciso for, ele devora suas próprias crias pela sobrevivência pessoal. E sabe o mais intrigante? Eles são completamente imunes às bactérias e aos micróbios que engolem junto no “banquete apodrecido”.

Sabia que o pecado é como o Taz? Não o dos desenhos coloridos, mas como este animal sem limites do mundo real. O mal se alimenta da sujeira, da contaminação e da morte. Sozinhos, jamais venceremos essa ameaça. Precisamos nos proteger no Calvário. Jesus é o único capaz de dar um basta no diabo. Sua morte na cruz exterminou a condenação do pecado em nossa vida. Agora temos que nos abrigar em Seus braços, além de encontrá-Lo diariamente, acreditando no perdão de Seu amor.

Vamos viver este dia longe da Tasmânia espiritual e de suas ameaças e perto do Senhor? Garanto que assim poderemos desfrutar uma vida bem melhor. Se pecar, peça perdão e fique longe de repetir a dose. Nunca valerá a pena!


Quinta, 7 de fevereiro


O Lago do Céu


Escutei a sua oração e vi as suas lágrimas. Isaías 38:5

Você acredita em respostas imediatas para a oração? Garanto que Deus responde. Até se for para tirar uma foto.

Fuçando no Google, achei um cantinho neste planeta de deixar o queixo caído. Um lugar espetacular com as digitais do próprio Éden. A película de água era colorida feito uma imensa bacia de tintas verde-esmeralda, azul­turquesa e porções de amarelo-ouro. A borda de pedras brancas realçava sua transparência. Um cinturão verde de pinheiros altíssimos perfilados balançava lentamente ao vento. E tinha mais: uma muralha intimidadora de montanhas cinzentas formando uma cordilheira de formas incríveis, com a moldura final do céu azul feito uma bandeira imensa flutuando sobre tudo. Imaginou este paraíso? Eu me apaixonei por ele, antes mesmo de estar lá. Estou falando do Lago di Carezza, na Itália.

Anos depois, alterei uma ida à Europa em 2.000 quilômetros para conhecê­lo pessoalmente. Ao me aproximar de lá, meu coração acelerado era o único barulho ouvido no silêncio daquele bosque. Parei o carro e suspirei, vendo a placa: “Trilha para o Lago di Carezza.” A ansiedade me fez esquecer tudo, até a chuva. Contornei uma curva, afastei um arbusto e ali estava: nada! Desmoronei ao notar a chuvarada bloqueando a visão. Confesso que as lágrimas brotaram, e abri o coração, orando: “Senhor, vim de tão longe para ver isso? Mostre-me a Sua criação!”

Inexplicável! Mas a chuva virou garoa e foi desaparecendo. Meus olhos se arregalaram e, em minutos, descortinou-se a paisagem mais linda da minha vida. Ali estava ela exatamente como eu sonhara anos antes.

A Bíblia nos diz para “pedir, bater e buscar”. Quanto tempo nós perdemos com problemas que seriam facilmente solucionados se estivéssemos de joelhos dobrados? Sabia que Deus Se importa com seu ônibus atrasado, com uma inconveniente chuva na hora errada e até com um problema na web para baixar um arquivo superimportante?

Orar pelos grandes problemas não exclui pedir pelas pequenas coisas. O Pai do Céu leva a sério o que você está precisando. Jesus ama o fato de incluirmos Sua companhia divina em nosso dia a dia humano. Com Ele, a chuva passará.


Sexta, 8 de fevereiro


Branco Mais Branco


Vocês ficarão brancos como a neve. Isaías 1:18

Quando você pensa no perdão de Deus, capaz de deixá-lo completamente livre da sujeira do pecado, que tonalidade de branco surge em sua imaginação? Mais branco que a neve? Mais branco que a lã clarinha ou o jaleco de um médico? Bem, eu penso no branco da areia.

“O quê?”, você pode pensar. Isso mesmo! Mas não falo daquela areia que se vê nas praias do Brasil, muito menos da que se encontra nos parquinhos públicos. Penso na areia mais branca do mundo. Que tal? É só voar mais de 20 horas e aterrissar do outro lado da Terra para conhecer “o paraíso dos paraísos”. Esse é o apelido daquela praia incrível. Onde fica? É localizada na Austrália, dentro de um arquipélago com mais de 70 ilhas chamadas de Whitsunday. Para chegar lá, só pegando um veleiro empurrado pelos ventos até atracar num pedacinho de ilha em que todos os turistas acabam se beliscando quando se deparam com a paisagem – é difícil acreditar que aquilo exista fora dos sonhos!

Apresento a você a Praia Whitehaven: um inesquecível cantinho deste planeta que beira à beleza impensável. A água é cristalina, as árvores têm um verde intenso, e a areia – ah, que areia! – é inacreditavelmente branca. Não, não apenas branca – branquíssima! Para você ter ideia, a pureza daquela areia ultrapassa os 98%, ou seja, um valor muito superior do exigido até para fabricar vidro. Andar nela é como pisar na neve fofa, pois a sílica em grande quantidade estala sob os pés. Tudo parece um imenso campo de talco esvoaçante cortejado por águas cintilantes.

Achou lindo? Eu também. Mas posso lhe contar algo ainda melhor? Mais maravilhoso do que a Praia Whitehaven é o modo como Deus deixa o seu livro lá no Céu depois do perdão: divinamente branco. Sabia que toda vez que pedimos desculpas por alguma coisa nosso Pai celestial apaga completamente qualquer pecado? Por isso, tudo se transforma. Saulo virou Paulo, Sansão morreu em paz e Raabe voltou a ser uma mulher íntegra. Todos foram completamente perdoados. Como você e eu.

E então, vamos encarar este dia suplicando o perdão de Jesus? Sua morte foi maior que qualquer erro do ser humano, e você viverá sem medo pelo que pecou. Acredite nisso! E brinque feliz com sua consciência tranquila.


Sábado, 9 de fevereiro


A Igreja Transparente


Conserva em mim o desejo de ser obediente. Salmo 51:12

Na Califórnia existe uma igreja fora do comum. Sua arquitetura cativa a admiração de todos. Com capacidade para acomodar confortavelmente 2.700 pessoas, quem está dentro tem a sensação de adorar ao ar livre. Isso se deve ao incrível fato de o templo ser completamente revestido por 10.000 placas de vidro impecavelmente fixadas por uma cola especial. A estrutura é feita para resistir até a um forte terremoto.

Conhecida como “Catedral de Cristal”, essa igreja possui um dos maiores órgãos de tubos do mundo, uma “Torre de Oração” com vidros pontiagudos e tecnologia de som e vídeo que viabiliza cultos espetaculares.

No entanto, essa “igreja transparente” também revelou os traços humanos da nossa raça imperfeita na vida de alguns de seus frequentadores. De um tempo para cá, esse belo edifício entrou em falência e seu fundador brigou com o próprio filho. Em 2004, o maestro do coral misteriosamente se suicidou segundos antes do Concerto de Natal, após disparar vários tiros de sua sala.

Estranho, não é mesmo? Isso não acaba com a beleza ímpar desse lugar de adoração, mas demonstra que nada é perfeito neste mundo. Assim como a Catedral de Cristal tem lá seus arranhões, em qualquer lugar do planeta nossa adoração irá carecer de perdão, purificação e atuação do Espírito Santo.

Hoje é sábado. Este é um memorial divino. Ele nos faz lembrar que aos olhos de Deus todo erro humano é revelado. Querer esconder algo de Jesus é como estar num esconderijo de cristal. Por isso, hoje é um excelente dia para você deixar de olhar os “erros transparentes” dos outros e agradecer o Pai do Céu por perdoar seus “defeitos envidraçados”.

Quando entrar em uma igreja, lembre-se de que ninguém é melhor do que ninguém: todos nós necessitamos da amizade restauradora de Cristo. Para receber o presente do Céu, chamado graça, o lugar de adoração poderá ser feito de cristal, de ouro, de cimento, ou até de palha, contanto que você esteja transparentemente apaixonado por Deus. Assim, este será o melhor dia da semana, vivido no melhor lugar que existe: os braços do Criador.


Domingo, 10 de fevereiro


Latitude Zero


Como gostaria que fossem uma coisa ou outra! Apocalipse 3:15

Estamos em Quito, capital do Equador, na América do Sul. Exatamente sobre a linha imaginária que divide nosso planeta em hemisfério norte e sul. Linha imaginária? De jeito nenhum! Ela existe sim e parece um lugar revestido de mistérios.

Eu estive lá e comprovei algo fora do comum. Se você estiver exatamente na linha pintada no chão, com a inscrição Latitude 0o0’0”, experimentará algumas coisas intrigantes: uma pia cheia de água será esvaziada sem produzir nenhum redemoinho. Mas, se você esvaziar essa pia um metro para a direita, a água escoará formando uma espiral. Se você for um metro para o outro lado da linha, a água formará um redemoinho no sentido contrário. Você sabia que, em qualquer lugar do hemisfério sul, a água sempre descerá formando uma espiral para o mesmo lado? No hemisfério norte também acontece o mesmo, só que no sentido inverso. É incrível!

Outro fato curioso é que, sobre a Linha do Equador, é possível equilibrar um ovo de galinha na cabeça de um prego. É impressionante.
Além disso, eu tentei várias vezes andar em linha reta, de olhos fechados e braços abertos. Sabe o resultado? É impossível! Sentia-me um bêbado desorientado, hora caindo para um lado, hora para o outro, mesmo sem nunca ter colocado uma gota de álcool na boca.

Sabe a razão disso? Isso se deve à ação das forças gravitacionais. Somente na exata Linha do Equador os campos magnéticos da Terra se anulam. Ali você se sente pendendo para algum lado se estiver de braços abertos.

Por isso, entendi ainda melhor, depois desta aventura, a clara advertência bíblica de que “ninguém pode servir a dois senhores”. Você não pode percorrer um caminho dividido entre duas forças. Cristo lhe diz: “Como gostaria que fossem uma coisa ou outra!” Qualquer indecisão sua já é uma decisão. Só que o inimigo sempre vai puxá-lo para o lado errado.

Não fique no meio, tentando se equilibrar na linha do talvez. Um juvenil vencedor sabe escolher coisas certas e sempre busca a verdadeira sabedoria nos braços dAquele que controla os campos gravitacionais do Universo. Confie nisso e siga em frente. Em qualquer hemisfério da vida, você sairá vitorioso se buscar Jesus em primeiro lugar.


Segunda, 11 de fevereiro


Semente do Paraíso


As sementes [...] são as pessoas que ouvem a mensagem. Mateus 13:20

Seychelles. Este é um dos destinos mais paradisíacos do planeta. Essas ilhas são tão encantadoras que não é possível descrevê-las com palavras. É preciso viajar até lá.

Sendo um dos raríssimos arquipélagos de origem não vulcânica, as Ilhas Seychelles podem ser consideradas o mais próximo de uma pálida ideia do que seria um pedacinho desprendido do Jardim do Éden. E só o nome já é um encanto, não é?

As areias cintilantes parecem farinha branca se dissolvendo na película de águas mornas mais transparentes do Oceano Índico. Os coqueirais, sempre onipresentes em praias cinematográficas, são ainda mais verdes esvoaçando numa suave dança regida pelo vento. O grande diferencial das Seychelles são as pedras de coloração rosácea. Seus granitos de tons avermelhados seguem formas arredondadas que foram limadas pela brisa do mar através dos séculos. Enfim, cada cantinho é um palácio visual, e a natureza reina majestosa.

Quer mais? As ilhas são consideradas um dos destinos mais ecologicamente corretos do turismo mundial. Carros não são permitidos por lá, o que obriga os viajantes a exercitar as pernas com ótimas pedaladas de bicicleta. Além disso, as tartarugas-gigantes, as aves marinhas e os arrecifes de corais multicoloridos são atrações ainda mais admiráveis. É tudo lindo demais!

Ah, nas Seychelles tem mais um destaque: é lá que está a maior semente do mundo. Na mata nativa, encontram-se as palmeiras com o coco-do-mar. Seus frutos ultrapassam meio metro de altura, chegando a pesar 30 quilos!

Uma semente desse tamanho me faz lembrar a parábola do semeador. Obviamente, as sementes eram bem menores, mas, se elas representam a verdade, precisariam ser vistas como a maior verdade da Terra, concorda? E pensar que tem gente desconsiderando a vontade de Deus como se não quisesse enxergar um coco-do-mar daquele imenso tamanho...

Temos um grande dia pela frente. Vamos deixar brotar no solo do nosso coração a maior semente do Universo? A verdade da salvação fará uma tremenda diferença na nossa vida. Sem contar com os frutos que nascerão da amizade com Cristo.


Terça, 12 de fevereiro


Madeira Corta Pedra?


O Senhor dá força ao Seu povo e o abençoa. Salmo 29:11

Viajar a Machu Picchu, no Peru, é desvendar um sonho impressionante. Os olhos se perdem na imensidão assustadora de montanhas altíssimas num imenso vale verde. As ruínas dessa cidade milenar estão encravadas no topo de um pico a 2.400 metros de altura. Já pensou numa civilização inteira habitando normalmente na cobertura de um prédio de 857 andares? E com 172 casas, prefeitura, quintais, templos e praças? Ah, sem contar que as plantações agrícolas parecem escorregar pelas beiradas da rocha, quase desabando precipício abaixo. Surreal! O império inca teve sua fase mais gloriosa lá pelos anos 1400.

O que mais me surpreendeu foi ver as toneladas de pedras cuidadosamente recortadas em cubos para serem empilhadas, servindo de paredes e muros. Como eles teriam conseguido cortar tanta pedra assim? Quer ficar mais assustado? Todos aqueles tijolos naturais feitos de rochas puras foram quebrados com madeira. Isso mesmo! Se você nunca viu uma tábua rachar o granito, prepare-se! Os incas conseguiram realizar essa proeza.

Contam os guias turísticos que, para os construtores incas fazerem tantos blocos de pedra, eles usavam apenas madeira e água. Veja que fantástico: pequenos orifícios eram perfurados na rocha bruta. Pedaços de madeira molhada eram inseridos nas perfurações. Por meio de técnicas locais de resfriamento, a água era congelada e, por aumentar de volume ao passar do estado líquido para o sólido, a pressão interna se multiplicava. Consequentemente, a pedra se rompia ao meio, formando pedaços menores e mais fáceis de serem lapidados.

Uma cidade inteira foi construída pela força do gelo dentro da rocha. Fiquei espantado ao pensar no poder da madeira congelada. Neste dia, não tenha medo de enfrentar seus maiores desafios. Com Deus ao seu lado, nem as pedras serão mais fortes do que a pressão protetora que vem do Céu. Sozinho, o ser humano é um mero galho perante a duríssima rocha. Mas, com Cristo, é possível até mesmo cortarmos nossos grandes problemas bem ao meio.

Deixe Jesus fazer maravilhas em você e através de você. Com Ele, nenhuma pedra irá bloquear seu caminho. Aproveite bem seu dia e surpreenda-se!


Quarta, 13 de fevereiro


Azeitonas ou Olivas?


Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme. Romanos 12:2

Ainda me lembro daquela desilusão. O castelo virou casebre – e com um gosto horrível. Sempre fui apaixonado por azeitonas. Se não me controlo, devoro um vidro inteiro em uma refeição. Elas podem ser verdes, pretas, imensas ou delgadas. Basta vê-las que já sinto água na boca. Agora, imagine minha euforia quando tive a oportunidade de ver, pela primeira vez, uma legítima oliveira carregada de frutos radiantes, parecendo esmeraldas comestíveis!

Se você for à Europa – para Espanha, Portugal, Itália ou Grécia –, provavelmente cruzará com uma árvore de olivas. Os ares do Mediterrâneo favorecem a produção das melhores azeitonas do planeta. E eu estava lá, louco para abocanhar uma diretamente do pé!
Foi o que fiz. Deslizei ansiosamente a mão por um ramo e, com um punhado delas fresquinhas nos dedos, lancei-as direto na boca, fechando os olhos para experimentar algo inesquecível. De fato, nunca vou me esquecer daquele gosto horrível.

De repente, o sonho virou pesadelo. Ao mastigar as olivas, senti o sabor amargo e rançoso. Minha cara se contorceu feito um boneco de cera derretendo. Cuspi tudo no maior vexame. Foi quando alguém disse: “Ei, você é maluco? Ninguém come olivas antes de elas virarem azeitonas!” É verdade pura, aprendida na prática: as azeitonas só são o que são após um bom tempo em que as olivas ficam mergulhadas na salmoura, um tipo de água com sal e condimentos.

A vida também é assim. Certas coisas boas só aparecem num processo de tempo e transformação. Jacó era mimado pela mãe e trapaceiro. Como ele se transformou em Israel, o pai das 12 tribos? Uma noite “daquelas”, quando lutou com Deus até doer na coxa, mudou seu coração.

Amadurecer na vida é aprender de uma vez que não sabemos muita coisa. Nesse momento, Deus Se torna nosso refúgio, nosso Mestre e Salvador. Esta é a coisa mais linda que pode acontecer ao ser humano: a conversão. Renascemos para a eterna amizade com Jesus quando mergulhamos no Seu amor. E então, pronto para ser transformado num verdadeiro cristão hoje? Peça isso para Deus!


Quinta, 14 de fevereiro


Fronteira Sem Fronteira


Todos vocês são um só por estarem unidos com Cristo Jesus. Gálatas 3:28

Nossa viagem hoje será curiosa. Já pensou em acordar pela manhã com sua cama em um país e, até chegar ao banheiro, você passar para outro país? Que tal jantar na sala pertencendo a uma nação, mas, ao caminhar para sua própria cozinha, atravessar para outra nação? Loucura, não é?

Isso realmente pode acontecer na pequena cidade de Derby Line. Ali, é perfeitamente possível alguém ir dos Estados Unidos ao Canadá apenas caminhando de um quarto para outro, dentro de casa. Tudo porque a linha de fronteira entre esses dois enormes países passa exatamente em cima desse vilarejo, atravessando prédios, casas, praças e quintais.

Imagina um pai tendo que carimbar seu passaporte na “alfândega do corredor” só para poder entrar no quarto do filho que fica em outro país? Um absurdo, não? Obviamente, isso não acontece. Naquele local, as cidadanias se misturam e canadenses convivem normalmente com estadunidenses. A única coisa que lembra as duas nacionalidades é uma estreita faixa de pedestres pintada no chão com os nomes Canadá e Estados Unidos, um de cada lado.

Já pensou como seria o mundo se as fronteiras fossem assim? Sem tanta burocracia, sem tanto medo, sem tanto preconceito? Quando Jesus veio à Terra, Ele tentou ensinar exatamente isso: aos olhos do Pai, não existem diferenças territoriais, pois somos todos filhos do mesmo Deus. E isso deixou os líderes mesquinhos de Sua época com um colapso mental, porque eram eles os que mais ganhavam com a desunião do mundo.

Por que não podemos viver mais como Jesus e menos como um agente de imigração? Não precisamos, nem devemos, olhar as pessoas pelas diferenças que nos afastam, e sim pelas semelhanças que nos aproximam. Ter um olhar diferente, cor de pele contrastante e semblante peculiar não torna ninguém menos importante para o Reino dos Céus. Infelizmente, muitos se incomodam com isso.

Vamos viver este dia sem fronteiras? Sem julgar os outros pela aparência ou pelo berço de onde vieram? Ao pé da cruz ninguém é melhor do que o pior. Que tal seguir o exemplo de Derby Line? Estaremos mais preparados para o Céu, onde juntos vamos aproveitar o “país único” da eternidade.


Sexta, 15 de fevereiro


Tão Distante


O céu anuncia a glória de Deus e nos mostra aquilo que as Suas mãos fizeram. Salmo 19:1

120 sextilhões de quilômetros. Esta é a distância aproximada da viagem necessária para você visitar a estrela mais distante da Terra. Na verdade, a descoberta realizada há poucos anos revela que a luz dessa estrela que explodiu levou 12 bilhões de anos para chegar até nós. Que tal? Este seria o tempo que você levaria para chegar até ela se estivesse em um superfoguete, viajando a mais de 300 mil quilômetros por segundo!

Pela Bíblia, sabemos que nosso planeta tem alguns milhares de anos, desde a criação. Mas o Universo é muito mais antigo. Descobrir um destino tão longínquo assim prova quão imenso é o espaço sideral. Também mostra quão minúsculo é nosso mundo, flutuando no meio disso tudo.

Até mesmo o Sol, nossa estrela mais próxima, já se encontra a incontáveis 150 milhões de quilômetros. Se quisermos complicar ainda mais essa incrível viagem astronômica é só incluirmos na conta o número de astros que são calculados pelo ser humano: cerca de 10.000 sextilhões! Enfim, números como esses fogem à nossa imaginação. Uma pessoa comum só consegue enxergar umas 5 mil estrelas grudadas no enorme tecido negro de uma noite sem nuvens. Por aí, dá para perceber quanta coisa existe sem que a gente possa ver.

E por que viajar por esses lugares inimagináveis? Ora, se Deus é o Criador e Mantenedor disso tudo, dá para a gente ter uma pequena ideia do tamanho e da força que Ele tem. E descobrimos algo ainda mais importante. Apesar de o nosso planeta se comparar a um microscópico grão de poeira pendurado no focinho de um hipopótamo que vive em uma savana sem fim, Deus ainda Se importa conosco! Ao ponto de sacrificar Seu próprio Filho para salvar seres que parecem insignificantes em comparação a um Universo gigantesco como esse. Não é incrível e absurdo?

Por isso, eu amo esse incrível Deus! Porque Seu amor foi capaz de resumir o cosmos numa gota de sangue brotando como suor na pele de Cristo ao suplicar: “Faça a Sua vontade, Pai, e não a Minha!”Entende por que ir até a estrela mais distante que existe não foi uma viagem mais difícil que o Getsêmani? Por causa do pecado, Pai e Filho ficaram mais longe do que isso só para salvar você e eu. Paixão assim por nós merece muito mais de nós, não é?


Sábado, 16 de fevereiro


Munição da Pequena Rosa


Pois a palavra de Deus é viva e poderosa. Hebreus 4:12

Na Sérvia, país do leste europeu, existe um templo absolutamente estranho. Ele fica na região de Belgrado e se chama Igreja Ruzica. Traduzindo, significa Pequenina Rosa. Se você entrar olhando para baixo, não verá nada fora do comum. Apenas um piso antigo, dentro de uma pequena capela com muros de pedra. Mas, de repente, ao olhar para cima, você sente um calafrio. Lá estão eles: dois assustadores castiçais.

Eles não são de nenhum filme de terror, mas assustam. Numa olhada rápida, não parecem diferentes dos imensos lustres medievais das obscuras igrejas. Mas, ao se perceber os detalhes, surge a surpresa: eles são adornados com centenas e centenas de balas de fuzil e decorados por várias espadas afiadas, além de outros artefatos bélicos entulhados por todos os cantos. A munição fica pendurada como se fosse o tilintar de cristais cintilantes e desperta um incômodo imediato em quem pisa lá pela primeira vez.

Como isso aconteceu? Após séculos servindo de igreja, o local foi tomado pelos turcos durante uma guerra, sendo transformado em armazém de munição. Décadas depois, os turcos saíram pacificamente, cedendo o local aos belgrados. Como gesto de celebração e reconhecimento à igreja que não foi destruída, eles decidiram usar as munições restantes para enfeitar os dois castiçais. Hoje, a Pequena Rosa é uma igreja diferente de todas ao redor do mundo.

Paulo compara a Bíblia a uma espada de dois gumes. Naquela época era a arma mais poderosa, por cortar dos dois lados. Bem diferente do valor decorativo desses lustres, a Palavra de Deus continua tendo um poder impressionante na vida humana. Ler e praticar as lições desse livro é garantia de vitória na guerra entre o bem e o mal.

Neste sábado, aproveite cada momento para tomar posse dessa munição divina que fará uma tremenda diferença em sua vida. Ler a Bíblia, ir ao culto e celebrar o dia do Senhor são oportunidades únicas. Afinal, a verdadeira vitória significa vencer ao lado do Criador do Universo. E Ele sempre lhe dará o poder necessário a cada batalha.


Domingo, 17 de fevereiro


A Aliança


Alegrem-se comigo porque achei a minha ovelha perdida. Lucas 15:6

Já perdeu algo capaz de tirar seu sono? Eu já perdi. Para algumas pessoas, perder certas coisas é algo inadmissível. Por exemplo, perder uma aliança de casamento poderia gerar uma “romântica guerra nuclear”. Achá-la traria a mais completa salvação da pátria matrimonial.

Um dia, após o trabalho, meu coração parou ao perceber que minha aliança de casamento simplesmente desaparecera. Entrei em colapso, imaginando a frustração da minha esposa com tal desatenção. Procurei, vasculhei, virei o mundo do avesso, e não achei nada. Finalmente, orei e esperei. Mas não encontrei nada. Confesso que fiquei frustrado por dias até que os meses trouxeram consigo a aceitação: nunca mais acharia meu símbolo do casamento.

Passaram-se 15 meses. Em uma viagem pelo Peru, durante o jantar, tirei meu paletó e o coloquei na cadeira. Comi uma pizza deliciosa e, ao final, peguei de volta o paletó. Foi quando meu amigo Elino saiu correndo, olhando por debaixo das mesas como se estivesse procurando um rato. Todos se assustaram porque ele parecia um maluco rastejando atrás de uma barata imaginária. “Eu ouvi algo!”, afirmou, enquanto se deitava no chão, mais doido ainda. Finalmente, ele achou algo brilhante que me paralisou por segundos. Ali estava a aliança perdida havia mais de um ano. Fiquei tão absurdamente feliz que paguei o jantar para ele e liguei imediatamente para a Ellen. Caso encerrado! O anel que estava no bolso por meses voltou para o meu dedo.

Você se lembra da parábola da moeda e da ovelha perdidas? Jesus gostava de ilustrar Seu amor por nós como alguém que perdeu algo importantíssimo, mas o encontrou. Sabia que nunca estaremos mais perdidos do que a paixão do Salvador é capaz de nos achar? Basta orar e pedir que Cristo nunca deixe a gente se perder.

Deus deseja estar junto de nós por toda a eternidade. Ele terá Seus filhos perdidos de volta, e nós estaremos salvos para sempre. Não será o máximo? Viva este dia sentindo o quanto Jesus o procura. Ele caminhou até a cruz para nos achar e salvar.


Segunda, 18 de fevereiro


Refeitório Precioso


É o Senhor quem dá sabedoria. Provérbios 2:6

Em 1495, todos os olhos se voltavam para o famoso pintor Giovanni Donato. Ele desenharia no refeitório do importante convento feminino Santa Maria Delle Grazie a esperada cena da crucifixão de Cristo. Cobrando caro, fez bem o que lhe pediram.

Ao mesmo tempo, um desconhecido artista foi contratado para fazer outra pintura, na parede oposta do refeitório, muito mais modesta por sinal: a Última Ceia de Jesus com os discípulos. Quatro anos depois, o mundo passaria a reverenciar este “pintor de segunda categoria” como o maior gênio artístico da história. Pois surgia ali o célebre Leonardo da Vinci, que imortalizou aquele local com sua obra-prima eternizada pelo tempo.

Todos se admiravam em ver como da Vinci conseguiu representar a ilusão de profundidade em 3D com as belas colinas de Milão da época. Como o refeitório não tinha janelas para fora, a inigualável Última Ceia trouxe o impensável para quem comia ali dentro: uma refeição na companhia de Cristo com vista para as montanhas da Itália.

Hoje, para você conhecer esse preciosíssimo convento, é necessário agendar a visita dois meses antes e pagar 70 euros para olhar por 15 minutos as duas paredes daquele restaurante. Na Segunda Guerra Mundial, bombas explodiram ali, destruindo quase tudo, menos as duas pinturas. O interessante é perceber que ninguém se vira para olhar a Crucifixão, cuja beleza comum foi completamente eclipsada pela beleza fora do comum da Ceia de Leonardo da Vinci.

Isso mostra que a inovação talentosa é capaz de superar a tradição da mesmice. A genialidade da vida está em fazer de modo diferente aquilo que todo mundo faz da mesma forma. Se todos fazem gol do mesmo jeito, por que não tentar criar um passe novo? É possível superar a rotina para estudar, a apatia para ajudar os pais, ou a indiferença para fazer o culto? Vamos ousar reinventar a roda? Que tal pedir para Jesus mais sabedoria e criatividade?

Neste dia, saia disposto a fazer como Leonardo da Vinci: viaje nas asas da imaginação e surpreenda o mundo com um Deus encantador.


Terça, 19 de fevereiro


Palácio da Arrogância


Quem teme o Senhor e é humilde consegue riqueza, prestígio e vida longa. Provérbios 22:4

Ao pisar naqueles portais, vi um luxo tão impactante que me senti paupérrimo. Adentrar ao palácio mais exuberante do mundo é como se sentir um plebeu pedinte. De fato, era para ser exatamente assim.

Próximo a Paris, capital da França, o Palácio de Versalhes atrai multidões de viajantes hipnotizados por sua beleza. Ali chegaram a conviver simultaneamente 36 mil pessoas, bajulando Luís XIV, um monarca arrogante que apelidou a si mesmo de “rei sol”. Já pensou? Por entre aqueles janelões do tamanho de portas e decoração de opulência sem igual, a nobreza vivia de maneira vazia, gastando e desperdiçando o dinheiro suado da plebe faminta. Até que um século depois, durante a Revolução Francesa, o povo invadiu o palácio, derrubando a monarquia. A realeza foi executada, e Versalhes virou símbolo de um passado de egoísmo.

O lugar mais visitado desse complexo palaciano é um corredor. A Galeria de Espelhos é um espaço tão cintilante e luminoso que até doem os olhos. São tantos lustres de cristal, decorando 17 paredes espelhadas, que o visitante se sente em uma redoma encantada de vidro. Os reflexos dos jardins recortados por chafarizes inundam o ambiente. Não dá para deixar de imaginar a arrogância daquela nobreza desfilando entre o brilho refletido nas molduras.

Não adianta, o orgulho faz parte da natureza humana. Desde o pecado, a vaidade e o egoísmo têm sido armas poderosíssimas na tentação do inimigo. Só que ninguém suporta conviver muito tempo com gente que se acha superior aos outros. Ou você gosta de estar com quem vive de nariz empinado?

Nunca se esqueça: a humildade é a verdadeira coroa da realeza de Deus. No reino divino não entram pessoas arrogantes. E, se Jesus nos deu o exemplo aqui na Terra, vale a pena segui-Lo no caminho da simplicidade, certo? Ele nasceu em uma manjedoura de palha e morreu em uma cruz, mostrando-nos a humildade do Criador que Se submeteu a sofrer a condenação que pertencia às Suas próprias criaturas.

Se você quer brilhar como o Sol, ilumine as pessoas com o amor de Deus, sendo um nobre e humilde cristão.


Quarta, 20 de fevereiro


Caverna do Medo


Estejam alertas porque o inimigo de vocês, o diabo, anda por aí como um leão que ruge. 1 Pedro 5:8

Ali dentro, até o ar cheira perigo. Se a lanterna for tudo o que você tem, não será tudo o que você precisa. Pois não basta fatiar a escuridão tenebrosa com um facho de luz brilhante. Será preciso mais: cordas, botas, capacetes e, acima de tudo, coragem. Muita coragem! Enquanto suas grutas misteriosas parecem salões imensos, a umidade tenebrosa transforma tudo em apertadíssimos cubículos.
O jogo de sombras provoca a imaginação com infinitas lanças de pedras que parecem dentes afiados de bocas assombrosas prestes a lhe engolir. “Socorro, quero sair!”, fala alguém. Enquanto mais um cede ao abraço do medo, o pavor sorrateiro arrepia cada fio de cabelo dos demais aventureiros. É uma viagem que mistura sonhos e pesadelos, curiosidade e terror. Estamos falando da Caverna do Diabo.

Calma, não perca o sono! Este é um dos lugares mais fascinantes de São Paulo. Com luzes coloridas, corrimões de segurança e muita produção visual, essa caverna apresenta em seus primeiros 400 metros um inesquecível espetáculo de pedras, rochas e formações geológicas.

O problema são os outros três quilômetros proibidos aos turistas. A aventura, então, deixa de ser uma simples diversão. Apresentam um desafio traiçoeiro aos espeleólogos profissionais, os exploradores de cavernas. É possível haver mais de cinco quilômetros de labirintos intermináveis no ventre escuro dessa caverna.

Embora a Caverna do Diabo leve esse nome assustador, a verdade é que o inimigo não tem uma caverna, nem se esconde entre grutas inexploradas. O agente do mal prefere tentar o coração e a mente de cada um de nós. Lúcifer era um anjo lindo de luz. Ele prefere ser visto como um monstro assustador exatamente para não ser reconhecido. Veio como serpente voadora no Éden, apareceu no deserto para Jesus como um ajudador, e virá disfarçado de amigo ao tentar conduzi-lo para o pecado.

Neste dia, vamos ficar espertos ao lado de Cristo. Com Ele, o inimigo vira um covarde derrotado. A cruz derrotou seus planos, e a volta de Jesus porá um fim em tudo. Por isso, fique firme ao lado do Senhor. O mal não o tocará e você será mais forte que o medo.


Quinta, 21 de fevereiro


Ganhei uma Ferrari!


O anjo do Senhor fica em volta daqueles que O temem. Salmo 34:7

Uma Ferrari custa mais de um milhão de dólares. Ganhei esse carrão para guardar num lugar bem estratégico da minha casa: na mesa do escritório. A única diferença é que a verdadeira Ferrari é uma nave sobre rodas capaz de paralisar o trânsito, e a minha Ferrari é uma miniatura que cabe na palma da mão.

Agora, você gostaria de experimentar a sensação extraordinária de ir de zero a 100 quilômetros por hora em apenas dois segundos? E se eu lhe dissesse que pelo preço de uma entrada no Parque Hopi Hari você pode passear num veículo a 240 quilômetros por hora? Que tal estar em um carro impulsionado por 21 mil cavalos de potência? Tudo isso é possível. É só você atravessar o globo até uma megacidade, nos Emirados Árabes, chamada Abu Dhabi. Lá está o único e imenso parque temático da Ferrari em todo o mundo. Sua maior atração é a montanha-russa mais rápida e alucinante do mundo.

Para você vivenciar a verdadeira emoção de estar em uma Ferrari de Fórmula 1, os criadores dessa aventura usaram a mesma tecnologia que lança nos ares os caças F-16 a partir de um porta-aviões. É impossível não gritar nem se emocionar com tamanha descarga de adrenalina. Todos que saem dali reconhecem a fantástica velocidade que acabaram de experimentar.

Por outro lado, toda essa rapidez nem se compara à pressa que os anjos têm quando recebem uma missão de Deus. Eles atravessam distâncias incalculáveis em poucos segundos. Porque um anjo é comissionado pelo Senhor a fim de proteger e auxiliar as amadas criaturas de Deus: nós, seres humanos.

Sabia que você tem um anjo da guarda que percorre, diariamente ao seu lado, distâncias muito maiores que uma ida e volta a Abu Dhabi? Para ele, aquela montanha-russa não é nada quando comparada à rapidez com que seus braços invisíveis o seguram para você não cair. Pouco nos lembramos dos anjos, apesar de eles se importarem tanto com a gente.

Vamos aproveitar este dia reconhecendo a companhia protetora e fiel dos anjos divinos sempre dispostos a nos auxiliar? Já pensou em agradecer a Deus pelas inúmeras vezes que você foi salvo sem ao menos se dar conta?


Sexta, 22 de fevereiro


Piscina dos Sonhos


Vá lavar o rosto no tanque de Siloé. João 9:7

Sou fã assumido de uma piscina. Viajar por aí sempre me estimula a descobrir lugares deliciosos para um mergulho refrescante. Quer saber como são as piscinas mais bonitas do mundo? Pronto para mergulhar em uma delas?

Na Suíça, existe um hotel cuja piscina aquecida fica ao ar livre, rodeada por um imenso paredão de picos nevados. É de tirar o fôlego.
Lá no Tibet, na cidade de Lhasa, a 3.657 metros de altitude, um salão de banho tem os azulejos revestidos de ouro. O mergulho dourado é digno de um membro da realeza.

Em Swala, na Tanzânia, é possível nadar em um cenário de savana africana. A diferença é que não se trata apenas de um cenário fictício. Tudo é de verdade, inclusive as girafas e as zebras que desfilam bem por ali.

Um hotel em Bali, na Indonésia, construiu uma piscina incrível, cuja borda infinita se perde entre a floresta de um vale cortado por rios. Um clima enigmático tropical paira no ar úmido.

Nas Maldivas, você pode fazer um mergulho noturno em uma piscina de luxo, revestida com mais de mil luzes fosforescentes de LED. Você, literalmente, tem a sensação de nadar nas estrelas!

Porém, nenhuma dessas piscinas paradisíacas se compara ao Tanque de Siloé. Um mendigo cego de nascença lavando seus olhos naquelas águas normais fez Jerusalém entrar em colapso. Ele esfregou os olhos e enxergou seu rosto sobre as águas pela primeira vez. Seus gritos foram ouvidos de longe e isso irritou tanto os fariseus que eles deram um jeito de expulsar o ex-cego da sociedade. Mas ele voltou a encontrar Jesus no final do dia e viu pela primeira vez o Homem-Deus mais extraordinário do Universo.

Pois é! Nem ouro nem LED são capazes de transformar qualquer piscina em um recipiente do poder milagroso de Deus. Só Cristo pôde e poderá fazer isso na sua vida. Jesus morreu numa cruz para restaurar nossa visão eterna. E isso não se compara a nenhuma piscina com jeito de cartão-postal neste mundo.

Você já orou pedindo para o Senhor fazer um milagre no seu dia? Ele transformará um tanque comum numa aventura linda com bordas infinitas.


Sábado, 23 de fevereiro


Catedral das Cebolas


Guarde o sábado, que é um dia santo. Êxodo 20:8

Você já descascou cebolas? Então deve conhecer muito bem o formato peculiar delas. Agora imagine imensas cebolas listradas com as cores mais diversas. Além disso, coloque-as em cima de torres infinitamente decoradas com relevos geométricos igualmente coloridos. Ponha essa enorme estrutura vibrante no centro da praça mais importante de um país inteiro. Pronto, ali está a famosa Catedral de São Basílio, erguida na Praça Vermelha de Moscou, capital da Rússia.

Essa impressionante construção assinala o centro geométrico da cidade e fica ainda mais espetacular à noite, quando as luzes realçam seu forte colorido, dando-lhe um aspecto dramático e encantador. É impossível alguém ir a Moscou sem dar um pulo até lá para tirar a famosa foto com esse templo bem ao fundo. A história conta que ela foi construída por ordem do czar Ivan, o Terrível, para celebrar uma conquista que aconteceu em 1560. Seu orgulho era tão grande em mostrar essa arquitetura revolucionária ao mundo que, dizem, ele chegou a perfurar os olhos do arquiteto para que não desenhasse mais nada tão criativo e bonito.

Você entende o perigo de a casa de Deus se tornar um palácio de homens? Essa linda catedral acabou virando mais uma atração turística, em vez de manter a verdadeira razão de existir: ser um lugar de oração e adoração ao Criador. O sábado também pode trazer esse mesmo perigo: vamos à igreja para encontrar Jesus ou para nos mostrar para os outros? Quando Deus está presente, até uma pedra pode virar templo, como no caso de Jacó, em Betel. Ou a beira de um poço pode ser o local mais sagrado do Universo, como aconteceu com aquela viúva no poço, matando sua sede com Cristo. Enfim, a Bíblia está cheia de casos em que a beleza do templo jamais foi mais importante que a presença do Salvador.

Aproveite este sábado para pensar na importância de estar com Jesus. Isso vale mais do que se mostrar para Jesus. O sétimo dia é um momento especial em que reconhecemos quem é Deus, o que fez para nos salvar, e como Ele nos amará pela eternidade. Cada sábado nós viajamos para alguma igreja pelo mundo apenas para nos lembrarmos de que a mais importante de todas é aquela para a qual você vai e na qual você adora o Salvador e se encontra com Ele. Aproveite este privilégio.


Domingo, 24 de fevereiro


O Cruzeiro e a Baleia


Jonas se aprontou, mas fugiu do Senhor, indo na direção contrária. Jonas 1:3

Jonas atravessou os mares dentro de um dos maiores peixes que já existiram. Um turista pode navegar oceanos dentro do maior navio de passageiros do mundo. Só que Jonas foi sozinho, apertado na barriga daquele bicho. No grande navio de passageiros, o sortudo viajante navegará acompanhado de outras seis mil pessoas, num conforto sem igual.

Creio que a história de Jonas é possível que você conheça. Já a do maior cruzeiro do planeta, talvez não. Estou falando do gigantesco príncipe das águas chamado Allure of the Seas. Traduzindo, significa “Fascínio dos Mares”. Imagine um verdadeiro condomínio de luxo flutuando pelo oceano. Esse navio tem 18 andares, 20 elevadores, 2.700 quartos, 25 restaurantes e mais de 2.300 tripulantes trabalhando lá dentro. Quer mais? Também tem um anfiteatro de três andares, uma pista de patinação no gelo, paredão de escalada, auditório ao ar livre, dois simuladores de surf, um parque com plantas naturais, uma avenida coberta em que funciona um shopping, biblioteca, 10 hidromassagens, piscina com corrente de água, pista de corrida, academia completa, uma tirolesa a 20 metros de altura e, quem diria, um enorme carrossel de cavalos coloridos girando sem parar.

Isso tudo cabe em um único barco? Garanto que sim. E cabe muito mais. Para esse imenso navio se tornar navegável, até os portos de seus destinos foram ampliados em tamanho e profundidade. Além disso, suas altíssimas chaminés de fumaça são retráteis para ele passar debaixo das pontes. Por aí você vê que a proposta é oferecer diversão tamanho-família.

Não foi, nem de longe, o caso de Jonas. Ele tinha uma importante missão, mas tentou escapar da vontade de Deus. E terminou em uma “embarcação” bem desconfortável. Fugir dos planos divinos nunca lhe dará uma deliciosa viagem pela vida. Seu roteiro de viagem está na Bíblia, o destino é o Céu, e o caminho para chegar lá é Jesus. Então, por que fugir do melhor de Deus para você? Neste dia, escolha obedecer às orientações do Senhor. Prometo que será um cruzeiro inesquecível, com um destino ainda mais maravilhoso.


Segunda, 25 de fevereiro


Pantufas e Sarças


Pare aí e tire as sandálias, pois o lugar onde você está é um lugar sagrado. Êxodo 3:5

Chinelo todo mundo usa, certo? Apesar de os viajantes preferirem botas reforçadas ou tênis, é sempre bom calçar um chinelo confortável. Por isso, vamos conhecer algumas sandálias divertidas e curiosas.

Na Turquia, os coloridíssimos chinelos são costurados com linhas douradas e possuem um pompom nas pontas. É uma tradição muito séria.

No Japão, a cultura milenar de usar sandálias de madeira ganhou inovações. Embaixo, o relevo imita patas de cachorros, gatos, macacos e até dinossauros. Só para deixar pegadas diferentes na areia da praia!

Para os aficionados em informática, foi inventado um chinelo com formato de teclado de computador. E as teclas servem para massagear os pés. Acredita?

Nos Estados Unidos, onde se compra de tudo, fizeram pantufas com formatos idênticos a ratos sujos, patas de elefante, coelhos dentuços e até peixe. Ah, tem também com grama sintética para fingir que se está pisando no gramado.

Na Inglaterra tem chinelos com lanternas de LED nas pontas. Servem para ninguém tropeçar no escuro ao acordar sonolento de madrugada. Não é útil?

E o que dizer de uma sandália-toalha? Isso mesmo! Ela é presa em panos brancos para que, ao pisarem, seus donos também aproveitem para limpar e lustrar o chão. Que tal?

Com certeza, não foi nenhuma dessas sandálias que Moisés usava quando pastoreava suas ovelhas. Mas ele se deparou com uma sarça em chamas que não queimava e ouviu a voz divina dizer para ele tirar seus chinelos. E por quê? Seus pés pisavam em chão sagrado.

Reverência é algo que Deus exige de nós. A vida de Moisés virou do avesso daquele dia em diante. Sua vida também poderá ser fantástica se ouvir a voz do Senhor. Respeitar Jesus, obedecendo a Seus pedidos divinos, só lhe fará uma pessoa melhor. A presença de Cristo exige um cuidado muito sério de nossa parte. Porque de Deus não se zomba!

Moisés tirou suas sandálias e libertou o povo do Egito. Na presença de Deus, tire os chinelos velhos de seus costumes e se ligue nas novidades que Deus tem para você.


Terça, 26 de fevereiro


Vamos ao Safári?


Ó Senhor, Tu tens feito tantas coisas e foi com sabedoria que as fizeste. Salmo 104:24

Ponha botas de explorador. Vista bermudas reforçadas. Coloque um colete camuflado cheio de bolsos. Pegue um chapéu de aventureiro. Passe muito repelente e carregue a bateria de sua máquina fotográfica. Prepare o coração para fortes emoções. Finalmente, encare com garra os solavancos incríveis de um grande jipe a prova de leões.

Apresento a você uma das experiências mais incríveis em meio à natureza: o safári. A savana africana guarda mistérios e descobertas que somente um passeio alucinante como esse pode desvendar. Enquanto o Sol racha a pele e o horizonte parece dançar com as miragens da longínqua planície, a curiosidade de desbravar um território como esse é pura adrenalina.

Na língua suaíli, a palavra “safári” significa “jornada”. Quem já experimentou essa viagem garante que a sensação de ver animais incríveis em seu habitat natural é inesquecível. Os melhores locais para isso são a África do Sul, o Quênia e a Tanzânia. Diferentemente do passado, quando os safáris visavam à caça, hoje ele é um prato cheio para quem deseja observar, fotografar e contemplar um imenso zoológico sem fronteiras.

Na fronteira de Moçambique com a África do Sul está o Parque Nacional Kruger, considerado a maior reserva natural da fauna genuinamente africana. Aventurar-se por lá é encarar mais de 140 espécies de mamíferos como leão, búfalo, rinoceronte, girafa, zebra, gnu e elefante, além de mais de 700 espécies diferentes de pássaros, répteis e anfíbios. Já imaginou como deve ser fantástico ver um mar de zebus levantando poeira num vale a perder de vista?

Penso na palavra “jornada” de onde o safári se originou. Nossa vida por aqui também é uma viagem, não é mesmo? Tem tanta coisa fantástica criada por Deus, e a natureza é prova irrefutável da existência do Senhor. Eu sei que o pecado estragou quase tudo, mas ainda podemos contemplar muitas digitais do Criador.

Que tal ter a presença de Jesus em sua jornada neste dia? Com Ele, você sempre viverá fortes emoções. Basta apenas colocá-Lo em primeiro lugar. Explore bem essa aventura!


Quarta, 27 de fevereiro


101%


Tudo o que você tiver de fazer faça o melhor que puder. Eclesiastes 9:10

Durante muitos anos, o título de maior prédio do mundo ficou nas mãos de Taipei, capital da província chinesa de Taiwan. A enorme torre de aço e vidro em formato de degraus encaixados impressiona qualquer um que se aproxime dessa megaconstrução. Obviamente, a maior adrenalina é subir no elevador a 62 quilômetros por hora até o topo, no nível 101, correspondendo ao 115º andar. Após quase que levitar em 30 segundos até o “Teto do Mundo”, como nomearam seu mirante, o visitante tem uma visão surpreendente.

Esse edifício chama-se Taipei 101. Sabe por quê? Primeiro, para homenagear a informatização do século 21, que usa o código binário, isto é, os números 1-0-1 compõem a base da linguagem dos computadores. Mas a segunda razão é mais interessante: os chineses queriam mostrar ao mundo que alcançar 100% não é suficiente. É preciso ir além. Por isso, usaram o número 101, de 101%.

Pensou nisso? Superação não é conseguir “apenas” o máximo; é necessário avançar ainda mais. Quando a busca pela excelência ultrapassa os limites conhecidos, é preciso ousar no terreno do desconhecido. Do contrário, nunca teriam inventado a lâmpada elétrica e o avião; o homem não teria pisado na Lua, nem existiria bebê de proveta. As grandes conquistas da inteligência humana sempre pediram mais do que o óbvio: exigiram ousadia criativa. E você também pode fazer mais.

Que tal fazer de modo diferente o que todo mundo faz igual? Para que serve ser capacho da maioria, seguindo a mesmice de sempre? Deus procura gente como José, Davi, Ester e Timóteo. Este planeta carece de gente corajosa capaz de romper as algemas do medo e arriscar-se, confiando no Céu.

Os mais velhos pagam por algo que você tem de graça: a oportunidade. O problema é o tempo passar e você desperdiçar a chance exclusiva de ser 101%.Vamos inventar algo em que ninguém pensou? Que tal observar melhor as oportunidades incríveis e deixar de lado a tentação da preguiça? Você será mais se Jesus for tudo para você, e chegará longe se estiver perto de Deus, da Bíblia e das pessoas de bem. Você pode ser 101%, ou ainda mais!


Quinta, 28 de fevereiro


O Trem-Bala


Por isso, não fiquem preocupados com o dia de amanhã. Mateus 6:34

Um atleta olímpico corre numa velocidade de até 36 quilômetros por hora. Um avião decola da pista a 200 quilômetros por hora. O navio mais rápido do mundo passa dos 90 quilômetros por hora. E uma Ferrari vai a 320 quilômetros por hora. É muita velocidade! Quando o assunto é a pressa, provavelmente você não se lembre do trem ao pensar na realidade brasileira até aqui. Mas o trem-bala que atravessa a Europa, saindo de Paris até Estrasburgo, ultrapassa a incrível velocidade de 570 quilômetros por hora!

Viajar em um veículo assim não tem nada a ver com os trens urbanos comuns. Esses “aviões sobre trilhos” voam literalmente, levando os passageiros com segurança e conforto como se estivessem na poltrona de casa. Além de serem mais ecológicos do que os ônibus e aviões, eles não enfrentam tráfego aéreo nem congestionamento na estrada. Não é para menos que no continente europeu os trens-bala se tornaram o meio de transporte mais utilizado.

A pontualidade é extrema. Além disso, o ousado formato aerodinâmico faz com que esses comboios funcionem como verdadeiras aeronaves cortando montanhas, túneis e vales. Suas imensas vidraças arredondadas e a beleza dos locais percorridos também proporcionam visões deslumbrantes nesses trajetos “aceleradíssimos”. É uma viagem daquelas em que o percurso pode valer até mais do que o próprio destino.

Não sei você, mas eu aproveito viagens assim tirando fotos, gravando recordações e perguntando de tudo para quem sabe. Se viajar de trem-bala é uma experiência para lá de curiosa, que tal atravessar seu dia aproveitando cada oportunidade que Deus lhe dá?

Alguém disse que “a vitória é o percurso”. Interessante! Tem gente tão obcecada pela chegada que nem desfruta a paisagem do caminho. Não entre nessa! Faça deste momento uma extraordinária viagem cujo trajeto seja repleto de novas amizades, de passeios saudáveis e da presença de Deus em tudo. Com Jesus, você viverá a fantástica experiência de acelerar na direção certa. Contando com Cristo, muita novidade boa virá pela frente. E, quando você menos esperar, teremos chegado a nosso destino, que é a eternidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos amigos deixe seus comentários e terei prazer em responder, claro se desejar.
Pois será bem vindos.
E disse Jesus aprendei de mim que sou manso e humilde de coração e encornareis descanso para vossas almas.
Tenha sempre bons momentos ao lado de Jesus.