SOMENTE MUSICAS GOSPEL

Loading...

quarta-feira, 5 de abril de 2017

MEDITAÇÕES DA SEMANA

Amor Incomum


Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na Terra. Êxodo 20:12, ARA

Quando consegui o primeiro emprego, decidi que eu mesma construiria uma extensão na casa de nossa mãe. Os amigos acharam estranho que, em vez de comprar um carro, prosseguir nos estudos ou ir para um apartamento, eu me envolvesse com construção – construir com tijolos, pedra e cimento. Eu tinha 23 anos, era mulher e não sabia nada de construção. Havia pessoas que, muitas vezes, se aproveitavam de mamãe e de mim. Muitas vezes, gastávamos o que não precisávamos gastar. Acabou sendo um considerável desafio concluir a pretendida construção, e muitas vezes chorei.

O que mais me impressiona nessa experiência é que, quando comecei a construir, não pretendia morar na casa. Na verdade, os planos estavam em marcha para outra coisa. Mas Deus vê tudo. Semanas antes da época em que eu oficialmente sairia de casa, a direção mudou, permanentemente. Então, enquanto ainda estávamos construindo, um membro da família enfrentou uma dificuldade e se tornou criticamente necessário que a casa tivesse mais espaço. E se eu não houvesse sido impressionada a construir? Ela e eu teríamos que usar o mesmo quarto. Essa extensão, que devia ser para minha mãe, agora se tornara meu refúgio e abrigo nos fins de semana. Pouco depois, decidi voltar à faculdade. Precisei mudar de endereço, e essa casa se tornou mais uma vez meu lar em tempo integral.
Quem constrói um apartamento para a mãe no primeiro ano após começar a trabalhar? Não muitas pessoas. Quem, a não ser Deus, poderia ter-me impressionado? Toda vez que vou para casa e me deito naquela cama, ou olho para o teto, penso na bondade, providência, bênção, guia e impressões de Deus. Ele tem maneiras estranhas de cuidar de nós. Tem maneiras de colocar as coisas em ordem para a necessidade do amanhã. Hoje em dia, a extensão ainda abriga familiares, amigos e conhecidos, conforme a necessidade.
Ouso afirmar que compensa honrar nossos pais, confiar nas sugestões de Deus e dar de nós mesmas ou de nossos recursos para abençoar outros. Aquilo que julguei estar fazendo para outra pessoa acabou sendo uma bênção para mim também. Continuo a ver o modo impressionante como Deus nos guia, embora, às vezes, a trilha nos pareça tortuosa. Oro no sentido de ser sensível, atenta e receptiva àquilo que Deus procura comunicar. Ainda não compreendo muitas coisas, nem posso explicar as idas e vindas, as aparentes decepções, as dores e os pesares. Mas estou aprendendo que Deus toma, sim, providências para nos suprir as necessidades, de maneiras estranhas, mas reais.
Keisha D. Sterling

Sem alegria



Comecei a trabalhar num novo emprego, e tenho lutado para me encontrar – com muito pouco sucesso. Tivemos duas despesas inesperadamente grandes, que levaram nossas finanças ao desastre, e não consigo ver uma saída. Meu cunhado faleceu, a mãe de minha cunhada faleceu, minha mãe ficou doente e foi hospitalizada por duas semanas.
Em casa, o aparelho de ar-condicionado está estragado e sopra ar quente. Tenho dificuldade para me concentrar, e minha filha mais nova, pela primeira vez, não está indo bem na escola. Minha filha mais velha percebe o tumulto e tem andado "pegajosa" ultimamente – um sinal certo de estresse.
Ontem, meu esposo entrou em casa e anunciou que seu carro havia morrido na entrada da garagem. Tive vontade de me enroscar e chorar, mas naturalmente não podia. Coloquei as meninas na cama, liguei para meu pai e pedi para usar o carro de mamãe, a fim de podermos levar as meninas à escola e depois irmos para o trabalho.
Estou exausta emocional e fisicamente. Não aguento mais. Dormi esta noite, mas acordei com dor no estômago, outro sinal certo de estresse. Como de costume, estudei a lição bíblica, li a Bíblia e depois li o livro devocional da mulher. A história de hoje se intitulava "Fé Infantil". Era exatamente o que eu precisava ler. Fez-me lembrar de que devo confiar em Deus e ter, como criança, fé em que Ele vai cuidar de tudo.
Terminei de me preparar para o trabalho e entrei no carro de mamãe. Gosto do silêncio no início da manhã, mas hoje tive o impulso de ligar o rádio. Adivinha o que Deus fez por mim? Tocou duas músicas que eu precisava ouvir. A primeira dizia: "Erga sua face. A salvação está chamando." A segunda declarava: "Ele venceu." Tudo o que pude fazer foi chorar.
Nunca duvidei de que Deus me ama, porém hoje, Ele me disse exatamente o que eu precisava ouvir. Fez com que me lembrasse de que Ele continua no controle e de que, não importa quão ruim seja a situação, Ele está presente, acessível e é mais do que capaz de prestar auxílio! Entreguei tudo a Ele hoje. Adivinha uma coisa? Reencontrei minha alegria.
Tamara Marquez de Smith

E então...




Você pergunta: "Como vai ser isso?" Primeiro, Cristo deve concluir Sua obra como nosso advogado no Lugar Santíssimo, a sala do tribunal celeste. Ele atua como nosso advogado de defesa, o melhor (e o único habilitado) da faculdade de direito do Céu. Ele Se aproxima do trono de Deus e cobre nossa pecaminosidade com o sangue que derramou por nós na cruz. No momento certo, Deus declarará: "Está consumado!" "Continue o injusto a praticar injustiça, continue o imundo na imundícia; continue o justo a praticar justiça, e continue o santo a santificar-se" (Apocalipse 22:11). O julgamento está encerrado! Ele suspira: "Fiz tudo o que pude por aqueles que creram em Mim, e tudo o que pude por aqueles que Me questionavam. Chegou a hora de cumprir Minha promessa."
Jesus me dá as boas-vindas – que júbilo indescritível! Terei um corpo novo, que nunca mais ficará doente ou morrerá. Terei uma bela mansão, sem hipoteca! Está confirmada a minha reserva para a ceia, à mesa do banquete; incrível! Como não nos emocionarmos? Que esperança maravilhosa!
Evelyn Greenwade Boltwood

Lembre-se do jacarandá




Atrás do glorioso jacarandá, dançava uma nívea nuvem de açafrão, com seu deslumbrante branco passando gradualmente para o rosa, entre o verde intenso da grama nova que brotou com a chuva. Quanta formosura! Riqueza de cores contra o céu azul.
E sabe de uma coisa, querida filha de Deus? Essa beleza me faz lembrar de você, da distinção de sua vida separada para servir a Cristo.Você é essa majestosa e altaneira árvore, florida e resplandecente de beleza. Você é aquela que se destaca do restante e irradia prazer e alegria para todos os que a veem. Aquela que foi plantada pelo Senhor para manifestação de Sua glória.
Olhando pela janela, sinto-me subjugada pela beleza que vejo e pelas lições espirituais que ela me ensina. Uma árvore de jacarandá plenamente florida sempre se evidencia; nem a distância pode ocultar sua vibrante exibição. Sua beleza conquista qualquer paisagem ao redor. Passada por alto e mal percebida durante o inverno, enquanto permanece despida de folhas, seu verdadeiro valor e beleza estão ocultos no interior. Mas a primavera chega e voila! Aquilo que antes passou despercebido, agora exige atenção e admiração.
Assim acontece, muitas vezes, com as fiéis filhas de Deus.Você pode achar que foi plantada numa terra seca e num canto obscuro. Ou sepultada sob fraldas, merendas e roupas por lavar. Mas o próprio Senhor a plantou onde você está, para a manifestação de Seu esplendor. No momento certo, Ele a apresentará, deslumbrante de beleza para que todos vejam, e para a Sua glória.
Não se preocupe se parecer que as flores da vida estão todas caindo. As flores caídas sob um jacarandá fazem parte da beleza singular da árvore. Elas acarpetam o chão com uma beleza refletida. De algum modo, tudo o que elas tocam se transforma.
Lembre-se do jacarandá!
Lynette Kenny



Quando Deus me segurou pela mão




Nesse momento, ouvi meu nome pelo sistema de som do hospital. Minha sogra e eu corremos ao balcão, onde nos disseram que o médico queria falar conosco na sala particular. Olhei o relógio. Fazia apenas umas quatro horas! Então lembrei-me de que o cirurgião nos havia dito que, se o câncer se houvesse espalhado para outras partes da região abdominal, não poderia ser removido cirurgicamente. O risco de espalhar a doença seria grande demais. Eles teriam que simplesmente costurá-lo e dar início à quimioterapia. Por que fomos chamadas para uma saleta particular? Eu havia visto outros cirurgiões virem e falarem com a família ali mesmo, na sala de espera. Com certeza, algo terrível devia ter acontecido. Por que motivo a cirurgia demoraria tão pouco tempo?
Então os passos do médico me interromperam os pensamentos. A cirurgia fora bem-sucedida. O câncer não se havia espalhado e eles puderam removê-lo todo. Meu esposo se encontrava na sala de recuperação e reagia muito bem!
A paz me inundou a alma enquanto lágrimas de alívio rolavam pelo meu rosto. Deus estivera comigo o tempo todo, segurando minha mão! Queria simplesmente que eu confiasse nEle e estivesse em paz, mesmo sem poder ver e entender. Ele queria que eu confiasse nEle e descansasse em Seus braços de amor. Eu sabia que viriam duras provas dali em diante, mas também sabia que Deus estaria junto para me segurar pela mão. "Mas eu, quando estiver com medo, confiarei em Ti" (Salmo 56:3).
Tammy Sommer

Crocodilos e Deus




Perto de um rio, em Chiredzi, na parte sul de Zimbábue, uma menina de onze anos ia caminhando para a igreja quando percebeu que estava sendo seguida por um homem mau, conhecido como estuprador e assassino. Ela correu, aterrorizada, mas logo chegou ao rio que a separava do local de reuniões da igreja e da segurança. Tudo o que ela pôde fazer foi correr por cima dos troncos que flutuavam no rio, esperando alcançar a segurança da igreja antes que o homem, a apenas uns 30 metros atrás dela, a segurasse. Ele a seguiu rapidamente, saltando de um tronco para o outro, mas aqueles troncos ferozes, de repente, fizeram a água espumar. Abriram bem a boca e estraçalharam o corpo do homem, enquanto o arrastavam até o fundo. Obviamente, os "troncos" eram crocodilos.
A garota, apavorada, chegou à igreja e contou às pessoas ali reunidas como havia escapado por um triz, mas ninguém viu o homem. Os membros se perguntavam se a história seria verdade, e foram todos ao rio para olhar. Lá no rio, viram 15 preguiçosos crocodilos, com os olhos aparecendo e o dorso flutuando acima da água, parecendo satisfeitos e tranquilos à luz do sol. Viram as pegadas da menina no barro, nas duas margens do rio. As pegadas do homem apareciam apenas num dos lados, e não estavam longe das da menina.
Essa história nos faz lembrar dos filhos de Israel diante do Mar Vermelho e da segurança. Moisés lhes disse: "Não tenham medo. Fiquem firmes e vejam o livramento que o Senhor lhes trará hoje" (Êxodo 14:13). Ele ainda livrará Seus filhos em qualquer lugar, em qualquer tempo.
Toda aquela congregação renovou sua entrega a Jesus Cristo, e muitos foram batizados.
Joy Butler

Entrega especial



Um dia, tive a forte impressão de que devia encher uma sacola com os artigos de que ela mais precisava. Abastecendo a sacola com ovos, batatas, chás e outras coisas que eu sabia que ela devia ter, acrescentei outra sacola com coisas que certa vez ela dissera que tinha vontade de ter. Então descobri que havia um problema. Como entregar as sacolas sem que ela soubesse que era eu a doadora? Decidimos que meu filho, seu amigo e minha filha fossem de carro à casa de Tamika e colocassem as sacolas junto à porta da frente. Eu observava, de dentro do carro, enquanto meus cúmplices deixavam as sacolas, e ouvia Tamika exclamar: "Ah, era justamente disso que eu precisava! Exatamente o que pedi em oração!"
Quando contei a meu esposo sobre nossa travessura, ele participou da alegria. Sabendo que Tamika precisava de um passe de ônibus para suas frequentes visitas aos médicos e ao hospital, ele foi ao centro da cidade e conseguiu um passe para ela. Quando fui à casa de Tamika na visita seguinte, enquanto ouvia seu relatório de um exemplo recente da bondade de Deus, coloquei disfarçadamente o passe dentro da sua Bíblia. Ela precisava, segundo me contou, de quatro dólares para um medicamento, mas não tinha absolutamente nada de dinheiro. Enquanto orava pedindo o auxílio de Deus, foi interrompida por uma visita da vizinha. "Tenho cinco dólares sobrando, e quero dá-los a você", dissera a vizinha. Tamika não pôde fazer nada a não ser louvar ao Senhor.
Quando fui à casa de Tamika na sexta-feira seguinte, ela mal podia esperar para me contar acerca das sacolas deixadas na porta da frente e do passe que havia encontrado dentro da Bíblia. Agora ela poderia ir à igreja. Ouvindo a maneira como Tamika louvava ao Senhor, fiquei convencida de que meu plano fora "soprado" por Deus.
Gosto de servir como um anjo terrestre de Deus, e aguardo a hora de conhecer meu próprio anjo da guarda naquela gloriosa mansão celestial.
Kathy Walter

Compromisso




Casei-me quando eu tinha quase 19 anos. É pouca idade para um compromisso tão importante. Quando você se casa e faz todas aquelas promessas, não tem ideia do que virá ao longo da estrada da vida. Todo tipo de coisas que põem em risco o compromisso do casamento podem surgir na vida de alguém. Têm o potencial de atacar o próprio alicerce dessa instituição. É necessário um firme compromisso para ajudar-nos a superar as fases difíceis.
Naturalmente, precisamos assumir compromissos em muitas áreas da vida. É por isso que todo compromisso deve ser firme e inabalável. Ele ajuda a dar estabilidade durante as tormentas, os altos e baixos, as entradas e saídas, ao se viver a vida. Onde não existe compromisso para com a igreja, a família ou o casamento, o que pode manter uma pessoa firme?
Manter-nos fiéis a um compromisso ajuda a apegar-nos às coisas importantes e a suportar tragédias, bem como a avançar pela fé para atingir nossas maiores metas. Graças a Deus porque, mediante a vida de Jesus, é-nos mostrado o modelo de compromisso!
Se você acha que seu compromisso vacila, convido-a para que o reforce agora com o auxílio de Deus. Ele está a seu alcance e pode consertar as roturas de sua vida. Se o seu compromisso com Ele está firme, todos os outros se encaixarão no lugar certo. "Vocês precisam perseverar, de modo que, quando tiverem feito a vontade de Deus, recebam o que Ele prometeu" (Hebreus 10:36). Erga a cabeça e o coração diante de Jesus, que sofreu tudo por você. Ele Se comprometeu com você.
Peggy Harris

Onde está minha bênção, Senhor?



Minha cunhada deu à luz sua terceira bênção com o comentário: "Achávamos que não poderíamos ter mais filhos, mas o Senhor nos abençoou." Onde está a minha bênção, Senhor? Minha irmã teve seu segundo filho, "um acidente", como ela disse. Senhor, não precisa ser uma "bênção". Um "acidente" já serve.
Um "acidente" nunca aconteceu. Em lugar disso, tivemos duas bênçãos miraculosas. Hoje, olho para nosso casal de filhos crescidos e me lembro dos abundantes e generosos milagres de Deus. O Credo da Adoção diz: "Não é carne da minha carne, nem osso dos meus ossos, mas, ainda assim, é miraculosamente meu. Nunca se esqueça, nem por um minuto: você não cresceu embaixo do meu coração, mas dentro dele." Tínhamos todas as características da família perfeitamente fabulosa que viveria feliz para sempre.
Graças a Deus, agora vivemos felizes por causa de um Deus que nunca falha. Os anos foram borrados com desafios no jardim da infância, conversas desagradáveis com diretores de escolas, escolas de modificação do comportamento, recepções gélidas às nossas visitas ao internato, mau uso da dádiva de uma educação universitária paga integralmente, noites insones orando pelo jovem "lá fora". Vivendo felizes? Deus nos deu esses lindos pequenos por ocasião do seu nascimento. Ele nos aceitou como parceiros para criar dois de Seus preciosos filhos. Às vezes, a luta era intensa. Sua graça foi sempre suficiente. Em meio a lágrimas e abundante alegria, o ilimitado amor de Deus se entretecia com tudo.
Deus não respondeu à minha raiva do modo como pedi; Deus tampouco respondeu à minha oração pedindo crianças dóceis. A Ele, toda a glória pelos telefonemas frequentes, pelas visitas programadas ou de surpresa, e pelos muitos momentos de comunhão que agora passamos com os nossos filhos adultos.
Sandy Colburn

Três palavras




Um modo pelo qual fazemos a diferença é semeando sementes. Faço o meu melhor semeando sementes, embora saiba que posso não ver os resultados. Já ouvi pessoas dizerem: "Você deve semear sementes para poder colher." Espero, sim, que um dia, eu possa colher algo, mas mesmo que isso não aconteça, sei que algumas sementes que plantei produzirão fruto.
Deus nos chama a todos para que semeemos, e isso pode ser tudo o que somos chamados a fazer. Pense na história de John Chapman, conhecido como Johnny Appleseed [Joãozinho Semente de Maçã]. Ele semeou milhares de sementes de maçã e, mediante o seu trabalho, muitas macieiras cresceram. Mas ele não cuidou delas e nem sempre viu os resultados das sementes plantadas. Ele pode ter preparado o terreno e protegido os pés enquanto eram pequenos, mas os resultados nem sempre foram vistos. Do mesmo modo, nem sempre podemos cuidar das sementes, e nem sempre vemos os resultados. Você espera para ver as sementes produzirem fruto antes de semear mais algumas?
Quando escrevo alguma coisa, espero que as sementes plantadas produzam fruto algum dia. Contudo, posso não ser eu a pessoa que vai colhê-lo. Oro para que essas pessoas a quem influenciei um pouquinho sejam minhas vizinhas no Céu. Verei que foram colhidas para Deus a partir de uma semente que plantei. Já me perguntaram: "Por que você escreve o que você faz?" Meu desejo é fazer a diferença na vida de alguém. Se eu vir uma pessoa apenas entrar em relacionamento com Deus, terei cumprido meu propósito.
Pode ser um tanto desalentador quando uma pessoa em cuja vida você tem plantado sementes dá a impressão de rejeitar a mensagem de Deus. Mas sempre existe a chance de que sua semente seja exatamente o necessário. Ela espera pela água viva de Cristo, para poder produzir fruto. Então eu lhe faço duas perguntas: Você está semeando sementes? E: Quais são as três palavras que você quer em sua lápide?
Melanie Carter Winkler

Mulheres extraordinárias




Mulheres extraordinárias podem apresentar-se de muitas maneiras diferentes e em ocasiões diferentes. Elas se fazem presentes quando nos sentimos desoladas. Ouvem nossos lamentos, enxugam nossas lágrimas, oferecem um ombro no qual reclinar-nos, dão conselhos de valor inestimável, além de sua amizade e até ajuda financeira, quando possível.
Essas mulheres se apresentam na forma de boas amigas, mães, primas, sobrinhas, tias, avós, sogras e irmãs. Nós as encontramos em casa, no trabalho, na igreja e pelo telefone, quando a distância nos separa.
Graças a Deus por essas mulheres maravilhosas! O Dia das Mães é a ocasião perfeita para tomar tempo e dizer-lhes o quanto significam para nós e contar que somos agradecidas porque Deus as colocou em nossa vida.
O apoio que essas mulheres extraordinárias proporcionam é muito proveitoso. Elas nos ensinam a ser mulheres sensatas, com autocontrole. Elas nos ajudam a desenvolver habilidades maternas, a preparar nutritivas e deliciosas refeições, a cuidar de nós mesmas e dos outros. Mulheres extraordinárias cuidam umas das outras e se colocam à disposição umas das outras, em qualquer circunstância. Essas mulheres estão sempre dispostas a ouvir, sem julgar, mas são honestas o suficiente para dizer-nos – com amor – quando estamos erradas. E, porque as amamos e respeitamos, acolhemos os seus bons conselhos. Tito nos admoesta, no texto de hoje, como mulheres de mais idade (e todas somos mais velhas em relação a alguém) a sermos reverentes na maneira pela qual vivemos. Ao ficarmos idosas, devemos nos tornar bons exemplos e ser mulheres extraordinárias para que outras nos sigam. Ensinemos o que é bom. Sejamos puras e bondosas, para não difamarmos a Palavra de Deus. Não será você uma extraordinária mulher para Cristo?
Taniesha Robertson-Brown


A esperança de uma mãe




Era meia-noite, e seu garoto dormia o profundo sono da juventude. Ao levantar-se, ela concentrou os olhos na forma adormecida: o contorno de sua estrutura atlética, o cabelo loiro espesso emoldurando o rosto bonito, e até a cadência da respiração dele. Admirava-se de quão prático e prestativo ele era quando havia uma necessidade, e se alegrava com sua personalidade simpática e agradável. Ela via a bondade e o interesse que ele demonstrava para com os idosos e os pequeninos, e o amava com toda a devoção que as mães possuem.
Mas aqui estava a sua tristeza: seu filho não amava a Deus. Anos de cultos domésticos, Escola Sabatina, escola da igreja e eventos para os jovens da igreja haviam resultado apenas em descrença. Deve ser culpa minha, raciocinava ela. Recapitulou a maneira como o havia criado e concluiu, com tristeza, que ela não havia envolvido suficientemente a Deus. Concluiu que, se pudesse voltar no tempo, ela oraria e seria muito mais dependente de Deus quanto à conversão de seu filho. Demonstraria sua ligação com o Senhor, e ele veria como é vital essa conexão.
Depois, lembrou-se das promessas da Escritura e entendeu que o Senhor não a havia abandonado. Naquele mesmo momento, Deus andava com ela e ouvia cada oração sua. Mônica, por fim, entendeu quão indispensável é, na verdade, um relacionamento vivo com Deus. "Como agora eu confio mais nEle, posso ver a mão de Deus em nossa vida e especialmente na vida de meu filho", confessa ela.
A história de Mônica é uma obra em andamento. Não tem um resultado miraculoso nem um fim espetacular – ainda. Mas, como Mônica pertence a Deus, sua história é também a história dEle. Por meio da oração, ela está envolvendo o Deus que nunca dormita. Clama Àquele cujo poder não conhece limites e cuja sabedoria não tem fim. Mas ainda existe algo que ela possa fazer por seu garoto? Ela pode continuar – continuar orando, continuar amando, continuar crendo e continuar esperando. "Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nEle, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo" (Romanos 15:13).
Carole Ferch-Johnson

Nunca estamos sós



Então ouvimos um estalo nos arbustos ao lado da estreita rua de terra.
– Mamãe, o que foi isso? – cochichou em voz baixa o garotinho.
– Provavelmente, um cervo pisou em cima de um galho caído – respondi, com a naturalidade que me foi possível. Continuamos, então, a caminhada em silêncio, quando, vindo de um ramo justamente acima de nós, algo fez "Uuuuu, Uuuuu, Uuuuu!"
– Mamãe, e isso, o que foi? – perguntou meu filho, com voz trêmula.
– Simplesmente o Sr. Coruja chamando a Sra. Coruja – respondi. Eu sabia com certeza que era uma coruja; não era palpite. Já nos aproximávamos da calçada de nossa casa quando, na quietude da noite, ouvimos o som inconfundível – alto e claro – de uma onça-parda.
– Mamãe, que foi isso? – estremeceu agora um menininho verdadeiramente assustado.
– Foi um onça-parda urrando, mas ela está do outro lado do rio agora – respondi. Eu esperava, realmente, que ela estivesse no lado mais distante do rio, e não no campo que ficava perto de nossa casa. Apertando mais ainda a mão dele, subi correndo a longa entrada da garagem. Foi só quando a porta estava fechada e as luzes acesas que dei um profundo suspiro de alívio.
Mark nunca percebeu nosso perigo. Ele sabia apenas que a mamãe estava com ele, segurando sua mão, e que ele estava seguro – assim como eu soube que nossos anjos da guarda haviam caminhado conosco ao longo daquela rua deserta e escura. Muitas vezes, quando nos encontramos numa posição incomum, assustadora, quase entramos em pânico. Mas como somos bem-aventurados por saber que nossos anjos, embora invisíveis, estão sempre presentes conosco! Nunca estamos sós, nunca! "Porque a Seus anjos dará ordens a seu respeito, para que o protejam em todos os seus caminhos" (Salmo 91:11). Que oração de louvor e ação de graças fiz ao Pai celeste! Estávamos em casa, seguros. Em nenhum momento estivemos sozinhos – nunca!
Muriel Heppel

Segura em Seus braços



Quando eu tinha 7 anos, houve uma grande fome na vila, pois não chovera por três anos consecutivos. Tudo estava seco. Um dia, fui a um poço próximo com meu pai, para lavar nossas roupas. Era um poço fundo, com um pouco de água lá embaixo, a um lado; o outro lado estava seco. Degraus íngremes levavam até o poço. Meu pai estava lavando as roupas na parte funda do poço. Eu estava em pé nos degraus, a aproximadamente 25 metros do poço, agarrando as roupas que papai jogava para mim. Eu devia levá-las para secarem. De súbito, escorreguei e, gritando, caí na direção do poço. Instantaneamente, papai estendeu os braços e me pegou antes que eu tocasse a água. Quando abri os olhos, estava segura nos braços dele. Tudo isso aconteceu numa fração de segundo. Se eu houvesse caído do outro lado, onde não havia água, teria morrido instantaneamente.
O outro evento foi um acidente no qual meu esposo e eu nos envolvemos. Ele conduzia a bicicleta e eu estava sentada atrás dele. Quando ele deixou de perceber a lombada na estrada e provocou aquele solavanco, caí da bicicleta e meu ombro atingiu o solo. Nesse instante, meu vestido ficou preso num jinriquixá, que vinha logo atrás. Ele continuou andando, e me arrastou por uns 20 metros. Pela impressionante graça de Deus, não sofri ferimentos graves, e Deus ainda me protegeu de ser atropelada por algum veículo que viesse atrás.
No texto de hoje, Deus diz que anjos nos segurarão em suas mãos para que não machuquemos nem mesmo o pé numa pedra. Mas a Bíblia também traz outras promessas que são verdadeiras para nós. Provérbios 1:33 diz: "Mas quem Me ouvir viverá em segurança e estará tranquilo, sem temer nenhum mal." Descobri que isso é verdade. Há muito tempo, Deus disse a Israel: "Eis que envio um anjo à frente de vocês para protegê-los por todo o caminho e fazê-los chegar ao lugar que preparei" (Êxodo 23:20). Ele continua cumprindo essa promessa.
Louvemos e demos graças ao poderoso Deus pelas vezes conhecidas e desconhecidas em que nos manteve seguras em Seus braços.
Jothi Gnanaprakasam


Curta a Fan Page da CPB no Facebook clique aqui

Dois vestidos para o casamento


A emoção enchia o ar! Meu filho primogênito estava para se casar dentro de um mês. Como a mãe do noivo, eu precisava estar bonita!
Os preparativos acabaram ficando mais caros do que havíamos calculado. Nosso país havia recentemente mudado sua moeda, adotando a moeda forte: o dólar americano. A economia ainda tentava reagir, e os preços dos artigos nas lojas eram exorbitantes – especialmente as roupas!
Deus operou muitos milagres para nós, como família, durante os preparativos para o casamento, e os preços foram reduzidos para alguns dos serviços. Recebi coragem e forças, acreditando que o Deus que nos conduzira até ali também tomaria providências para que eu tivesse o desejado vestido para o casamento. Eu tinha duas cunhadas no exterior, e lhes contei sobre minha necessidade. Elas prometeram trazer-me um vestido e sapatos quando viessem para o casamento. Mas elas não conseguiram comprar as passagens aéreas. Naturalmente, entrei em pânico. Eu não tinha dinheiro para o vestido e a data se aproximava.
Duas semanas antes do casamento, decidi ir a pé para a cidade a fim de procurar um vestido. O Senhor me conduziu a uma loja que tinha vestidos lindos, e encontrei um do qual gostei, mas o preço era de colossais 200 dólares! Decidi que eu iria comprá-lo e confiei que Deus supriria o dinheiro necessário.
Na semana seguinte, ao terminarmos nossa reunião de oração da metade da semana, a qual havia sido realizada em nossa casa, uma das mulheres ficou para trás. Achei que ela só quisesse conversar um pouco e isso para mim foi uma surpresa, porque, sob circunstâncias normais, ela sairia apressada para voltar para sua casa. Ela me perguntou se eu havia comprado o vestido. Eu lhe disse que tinha visto um na cidade, não tinha dinheiro para pagá-lo, mas sabia que Deus, de algum modo, o providenciaria para mim. Ela perguntou quanto custava. Depois me disse que não tinha o dinheiro naquele momento, mas iria comprar o vestido para mim! Uma resposta à oração!
Alguns dias antes do casamento, recebi um telefonema de minha cunhada, dizendo que ela encontrara alguém que iria ao nosso país, e lhe havia entregado meu vestido para o casamento. Tive, então, a dor de cabeça de escolher qual dos vestidos usar! Meu Deus fez infinitamente mais do que eu Lhe pedira! 
Alice Mafanuke

Crer nas promessas de Deus



Algum tempo depois, Lee disse que não dava conta da encomenda por parte de uma empresa, porque era muito volumosa. Ela passou a encomenda para sua supervisora, já que a supervisora não tinha encomendas, mas pediu meu conselho. Eu lhe disse que ela havia tomado sua decisão. "Foi sua escolha dar a encomenda a quem julgou por bem dá-la, porque Deus a abençoou."
Algumas semanas atrás, Mabel me contou que seu esposo, Phillip, fora hospitalizado com febre alta. Eu disse: "Ele deve ser ungido." Como eu estava gripada, dei-lhe as instruções sobre como ungir o esposo. Eu disse: "Quando você fizer isso, verá as maravilhas de Deus." Naquela tarde, ela e as duas filhas visitaram o enfermo. Ela o ungiu com óleo e orou segundo a vontade de Deus, e em nome de Jesus. No dia seguinte, ficou feliz ao saber que ele havia aberto os olhos. Mabel falou com Phillip, e ele respondeu. Mais tarde, recuperou-se o suficiente para voltar à casa de repouso.
"Com meus lábios louvarei o Senhor. Que todo ser vivo bendiga o Seu santo nome para todo o sempre!" (Salmo 145:21). Nós pedimos, nós cremos, e reivindicamos as promessas de Deus.
Yan Siew Ghiang


Mau gênio




Como recém-casada na faixa dos 20 e poucos anos, eu tinha um gênio terrível. Lembro-me de ter ficado tão brava com meu marido, a ponto de, com frequência, bater as panelas com tanta força sobre o balcão, que elas não se acomodavam direito sobre o queimador. Lembro-me, inclusive, de ter ficado zangada a ponto de bater a cabeça contra a parede. Tenho certeza de que meu calmo esposo nunca viu coisa igual! Como você pode imaginar, tenho orado a respeito de meu gênio muitas e muitas vezes, e pedido que Deus o controle.
As pessoas fazem coisas malucas quando perdem o controle. Já vi bebês que mal aprenderam a andar tendo acessos de fúria, adolescentes dando soco em portas de vidro e jovens mães tratando os filhos com desrespeito. Já vi um homem adulto constranger a esposa e amigos ao gritar com um empregado.
Uma das primeiras coisas que me atraíram a meu esposo foi o fato de que nunca o vi zangado. Após 43 anos de casamento, isso ainda é verdade hoje, e me sinto grata.
O texto de hoje declara: "Quando vocês ficarem irados, não pequem", de modo que está certo ficar irado – em outras palavras, experimentar fortes sentimentos de desprazer e indignação. Certamente Jesus estava zangado quando expulsou os cambistas do templo. Mas não está certo manifestar a ira por meio de um comportamento pecaminoso e explosivo. Não está certo ter acessos de raiva, jogar panelas e enfiar o punho numa porta de vidro.
O livro de Provérbios diz que uma mulher bondosa conquista o respeito, e uma resposta branda desvia a fúria, enquanto a palavra ríspida desperta a ira (ver Provérbios 15). A ira mal administrada contribui para o divórcio. Deixa os outros desconfortáveis e se transfere para os filhos.
Eu sabia que precisava parar com esse negócio de raiva antes de decidirmos ter uma família. Sinto-me grata porque minha filha ficou muito surpresa ao saber dos meus primeiros anos tendo acessos, batendo panelas e até a cabeça. Ela disse que não sabia que eu tinha esse gênio.
Se você quer saber se ainda sou geniosa, a verdade é que sim. De vez em quando, ainda sinto o sangue ferver. Louvado seja o Senhor, que me ajudou a gerenciar os efeitos pecaminosos da ira.
Jesus conhece a nossa raiva e as outras coisas que nos impedem de servi-Lo. Nossa única necessidade é ficar perto dEle. Minha irmã, lembre-se de permanecer junto a Jesus, cada dia.
Nancy Buxton

Ele é fiel. E você?




Era o fim da tarde. Meu neto, Christopher, e eu vínhamos de carro, de sua aula de piano para casa. Tínhamos atravessado parcialmente um cruzamento de quatro pistas, quando a luz do semáforo mudou. Um homem que vinha em nossa direção estava na faixa de conversão, e evidentemente com pressa. Ele deve ter pensado que, se pisasse no acelerador, poderia entrar à esquerda antes que meu carro atravessasse as pistas restantes. Foi um daqueles momentos em que se precisa tomar uma decisão instantânea. Como não havia ninguém atrás de mim, pisei rapidamente no freio. Contudo, pude ouvir o pneu traseiro dele roçar contra o lado do passageiro da frente do meu carro, e fui para o meio-fio. O outro motorista também foi. Christopher e eu estávamos um pouco trêmulos, mas não machucados. Ao examinar a frente do meu carro, vi que não apresentava amassados, arranhões nem faróis quebrados, apenas algumas marcas pretas de seu pneu traseiro. Mais tarde, consegui limpar aquelas marcas.
Dei graças porque os anjos da guarda estavam conosco e nos guardaram com segurança. Também me senti grata por não ter que preencher um relatório de acidente ou notificar a companhia de seguros. Alguns meses antes, eu havia mudado de companhia de seguro. Embora esse acidente não fosse culpa minha, relatar um acidente não ficaria bem no meu registro junto à nova empresa.
Há muitos momentos, cada dia, em que a proteção de Deus nos guarda com segurança. Lembramo-nos de dar-Lhe graças? Ou achamos que Sua proteção é nosso direito adquirido? Por muitos anos, agora, no fim do dia, escrevo em meu livro da gratidão cinco ou seis coisas que aconteceram naquele dia pelas quais me sinto agradecida. É uma forma abençoada de terminar o dia.
Muitas vezes, não temos consciência do amoroso cuidado de Deus, mas um dia nosso anjo da guarda nos relatará as muitas experiências durante as quais a mão de Deus nos protegeu.
Patrícia Mulraney Kovalski

Não aprendi de Jesus sobre os joelhos de minha mãe. Na verdade, ela só entregou a vida a Jesus depois de meu casamento e de minha maternidade. Todavia, aprendi com ela um ato de compaixão que ela praticava quando começou a participar das cerimônias do lava-pés. Ela pegava uma bacia, dobrava e pendurava duas toalhas no braço e desaparecia da sala onde as outras mulheres da igreja estavam reunidas. Subia a escada, do piso inferior até a antessala do sanitário das mulheres, onde se ajoelhava para servir uma irmã – ou talvez mais de uma – que não conseguia descer as escadas para participar. Seu singelo ministério proporcionava inclusão, anulando a negligência para com essas mulheres idosas, tímidas ou com alguma limitação.
Posteriormente, mamãe sofreu um derrame que a deixou incapaz de falar ou cuidar de si mesma. Embora morasse numa casa de repouso, nosso pastor sugeriu que levássemos a ela esse ritual gêmeo. Expliquei que ela não conseguia engolir e ele disse: "Não há problema; isto é simbólico. Vou simplesmente tocar os lábios dela com o suco da uva." Quando me ajoelhei para lavar os pés dela, seus olhos brilharam. O pastor também convidou alguns adolescentes da igreja para fazerem parte da cerimônia. Ele esperava que, algum dia, eles escolhessem o ministério pastoral. Mamãe não podia falar, mas sei que a cerimônia lhe trouxe alegria. Trouxe alegria a todos nós.
Tudo isso diz respeito ao amor. Existe algum ministério assim esperando por você? "Tendo amado os Seus que estavam no mundo, amou-os até o fim" (João 13:1).
Betty Kossick



Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza, auxílio sempre presente na adversidade. Salmo 46:1

Minha vida tem sido turbulenta nos últimos tempos. Estamos passando por maus momentos na igreja, e isso tem pesado sobre mim. Tenho o costume de cantar, mas não encontro a alegria que me dê o desejo de cantar. Sou professora de uma classe de estudo da Bíblia e, embora digam que me saio bem nessa atividade, não tenho feito isso de coração.

E, quando Eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para Mim mesmo, para que, onde Eu estou, estejais vós também. João 14:3, ARA

Em seu livro Deus Chegou Perto, Max Lucado declara: "A cruz não foi uma trágica surpresa. Foi uma escolha calculada!" Sabe de uma coisa? O segundo advento de Cristo tampouco é uma surpresa. João 14:3 registra a promessa de Jesus, de que Ele voltará à Terra outra vez. Não é surpresa nem intenção egoísta! Apenas uma verdade, pura e simples. Ele vem para levar os vencedores a um lugar real, chamado Céu. E, ao contrário da crença popular, não será em segredo. "Eis que vem com as nuvens, e todo olho O verá, até quantos O traspassaram. E todas as tribos da Terra se lamentarão por causa dEle" (Apocalipse 1:7).

E então...

Milhares e milhares de anjos se reunirão ao Seu redor, segurando trombetas, para dar início à comemoração. Eles estão emocionados! Mal podem esperar! O brilho de Sua pureza incomodará os olhos daqueles que não O esperam, mas os justos estarão com seus divinos óculos de sol preparados. Ele Se assenta sobre fofas nuvens cúmulos, com uma coroa de glória sobre a cabeça. O triunfo está em uma das mãos, e a recompensa na outra! Aplausos! Louvor! A divindade começa a descer!


Eles serão chamados carvalhos de justiça, plantio do Senhor, para manifestação da Sua glória. Isaías 61:3

Hoje de manhã, olhei pela janela e vi a vibrante beleza lilás da árvore de jacarandá, em plena floração. Extravagantes babados de um azul-lavanda desciam como cascata do topo da magnífica copa da árvore até as pontinhas de seus ramos. De vez em quando, algumas flores se soltavam e, macias como flocos de neve, flutuavam até embaixo e se aninhavam sobre a grama, formando um rendado carpete azul e verde.
Pois Eu sou o Senhor, o seu Deus, que o segura pela mão direita e lhe diz: Não tema; Eu o ajudarei. Isaías 41:13

Nervosa, eu aguardava com minha sogra na sala de espera do centro cirúrgico do hospital. Minutos antes, eu havia me despedido de meu esposo com um beijo e feito a última oração com ele, antes que ele desaparecesse do outro lado da porta para uma cirurgia de ressecção no fígado. Apenas dois meses antes, aos 38 anos de idade, meu querido esposo havia recebido o diagnóstico de câncer do cólon, estágio quatro. Ele já havia passado por uma cirurgia de emergência 18 meses antes, e o estresse da situação pesava sobre mim. Tínhamos um filho de um ano para amar e cuidar, e eu estava profundamente preocupada com meu esposo. Desde a cirurgia do cólon, o câncer se havia espalhado para dois pontos do fígado, e seu oncologista recomendara que o câncer fosse removido cirurgicamente. Explicaram que a cirurgia devia durar entre cinco e sete horas.


O Senhor faz justiça e defende a causa dos oprimidos. Salmo 103:6

Moro na África, e morar na África nos dá muitos motivos para meditar. Crocodilos e Deus são um dos enigmas a serem explorados. Deus criou os crocodilos? Deus usa os crocodilos para o bem ou para o mal? Qual é a utilidade deles? Algumas pessoas acham que eles não deviam estar na Terra, porque são muito feios e assustadores, e matam e engolem muitas pessoas nos rios e estuários através deste continente. Mas a história verídica, que aconteceu no país em que morei por tanto tempo, revela para mim que Deus é o grande Criador e pode transformar coisas feias em bonitas. Deus pode fazer qualquer coisa, e eu posso confiar nEle.


Rendam graças ao Senhor, pois Ele é bom; o Seu amor dura para sempre. 1 Crônicas 16:34

Sou enfermeira, trabalho com infusão e vejo clientes de todas as idades, diagnósticos e etnias durante minha semana de trabalho. Às sextas-feiras, quando visito uma cliente em particular, a quem vou chamar de Tamika, fico sempre impressionada com sua generosidade. Ela vai de lambreta, equipada com o tanque de oxigênio, buscar pão amanhecido para entregar aos necessitados. Embora participe do programa de cesta básica, ela insiste em me dar algo toda vez que a visito. Mas o que também me impressiona é como Tamika dá louvor a Deus.


Amados, não se surpreendam com o fogo que surge entre vocês para os provar, como se algo estranho lhes estivesse acontecendo. Mas alegrem-se à medida que participam dos sofrimentos de Cristo, para que também, quando a Sua glória for revelada, vocês exultem com grande alegria. 1 Pedro 4:12, 13

Eu tinha 12 anos quando fui batizada e me tornei oficialmente membro da igreja. Parece que a maioria dos juvenis estava pronta para esse compromisso por volta dessa idade, e acho que foi uma boa decisão para mim. Mais tarde, na adolescência, muitos começam a questionar a autoridade dos pais, dos professores e de outros. Por algum motivo, tendo feito essa entrega aos 12 anos, foi mais fácil permanecer ligada à família (embora também começasse a perceber que eles não eram sempre perfeitos) e à igreja (cujos membros também não eram sempre perfeitos).



O Senhor faça resplandecer o rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; [...] e te dê a paz. Números 6:25, 26, ARA

Enquanto eu abria a porta para sair do sanitário das mulheres na igreja, minha personalidade geralmente fleumática teve o desejo de dar um soco na barriga da mulher grávida que vinha entrando. Pouco tempo antes, minha solícita mãe me havia dado um livro sobre a mulher casada e sem filhos. Essa era eu. Por seis anos, eu vivera um casamento sereno com um marido amoroso – sem filhos. Agora, sentia raiva porque meus sonhos da vida toda quanto a ser "mamãe" não haviam dado em nada. Por que ela? Por que não eu? Por que ela está grávida e eu não?


Lembrem-se: aquele que semeia pouco, também colherá pouco, e aquele que semeia com fartura, também colherá fartamente. 2 Coríntios 9:6

Já me fizeram a pergunta, e tenho certeza de que a outros também se perguntou: "Quais são as três palavras que você quer que escrevam em sua lápide?" Alguns anos atrás eu poderia não saber, mas tenho pensado sobre isso e agora sei. Minhas três palavras seriam: "Faça a diferença." Se eu fizer a diferença na vida de uma só pessoa que seja, creio ter feito aquilo que Deus queria que eu fizesse.




Semelhantemente, ensine as mulheres mais velhas a serem reverentes na sua maneira de viver, a não serem caluniadoras nem escravizadas a muito vinho, mas a serem capazes de ensinar o que é bom. Assim, poderão orientar as mulheres mais jovens a amarem seus maridos e seus filhos, a serem prudentes e puras, a estarem ocupadas em casa, e a serem bondosas e sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja difamada. Tito 2:3-5

A Bíblia relata a vida de muitas mulheres extraordinárias, mulheres como Rute, Ana, Isabel e Maria, só para mencionar algumas. Essas mulheres enfrentaram muitas dificuldades, mas estavam decididas a superá-las. Existem algumas mulheres extraordinárias em sua vida? Na minha, certamente.


Não nos trata conforme os nossos pecados nem nos retribui conforme as nossas iniquidades. Salmo 103:10

Mônica sabia que era tarde demais, porém pôs os joelhos no chão aos pés da cama do filho. "Senhor, perdoa-me por não ter orado o suficiente enquanto ele crescia. Perdoa-me por ter pensado que eu poderia influenciá-lo a Te escolher, simplesmente por ensinar-lhe acerca de Jesus. Perdoa minha autossuficiência."




Os anjos não são, todos eles, espíritos ministradores enviados para servir aqueles que hão de herdar a salvação? Hebreus 1:14

– Boa-noite, vovó e vovô Loshack –, dissemos, ao sair da casa deles após o jantar. Começamos a descer pela rua do Rio Dore até nossa casa. Era uma noite muito escura. A lua não brilhava e não tínhamos lanterna. Que dificuldade! Mas não havia alternativa, e continuamos caminhando.



Com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra. Salmo 91:12

Eu gostaria de contar dois incidentes separados que me aconteceram. Em cada um, fui salva miraculosamente. Um ocorreu quando eu era criança, e o outro, após meu casamento.



Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o Seu poder que atua em nós, a Ele seja a glória na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre! Amém! Efésios 3:20, 21



E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão. Mateus 21:22

E esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa segundo a Sua vontade, Ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dEle pedimos. 1 João 5:14, 15

Alguns meses atrás, Lee, uma senhorita budista, disse que seu chefe lhe havia dado um mês para completar sua cota de vendas; caso contrário, ela seria despedida. Ela me pediu ajuda. Respondi: "Posso orar por você, pedindo que Deus lhe dê Sua sabedoria, misericórdia e graça. Também pedirei que Ele a abençoe com mais encomendas de material de escritório." Em pouco tempo, Deus a abençoou com muitas encomendas de papelaria. Ela diz que agora crê em Deus, e sente-se grata por Sua providência. Muitas vezes, ela me agradeceu por eu ter orado em seu favor, e disse que continuava recebendo as bênçãos de Deus. Eu lhe disse: "Agradeça a Deus e louve o nome dEle."



Quando vocês ficarem irados, não pequem. Efésios 4:26

Será difícil transformar sua paixão em ministério, se você é uma pessoa zangada." Quando li essa declaração, entendi que era verdade.


Porque a Seus anjos Ele dará ordens a seu respeito, para que o protejam em todos os seus caminhos; com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra. Salmo 91:11, 12

Como você começa seu dia? Começa cada dia com o Senhor? O tempo com Deus é seu primeiro compromisso? Toda manhã, antes de começar as tarefas para o dia, tenho o hábito de passar o melhor tempo do dia com o Senhor. Às vezes, isso significa levantar um pouco mais cedo a fim de ter minha hora tranquila. Essa é a hora mais importante do dia para mim. Fico mais bem preparada para enfrentar aquilo que o dia trouxer.


Um ato de amor


Então, se Eu, o Mestre e Senhor, lavei os pés de vocês, lavem também os pés uns dos outros. Estabeleci um padrão aqui. O que Eu fiz, façam também. João 13:13-15, A Mensagem

De todas as palavras que o Senhor Jesus falou, as que penetram mais fundo em meu coração se relacionam com Sua ordem de lavarmos os pés uns dos outros. Esse ato humilde preparou Seus seguidores para a instituição da Ceia do Senhor, ou Santa Ceia. Para mim, é como um minibatismo e uma renovação dos votos de servi-Lo. Para alguns, porém, a participação na cerimônia da humildade não é fisicamente fácil. Ajoelhar-se para servir pode ser problemático. Uma sugestão: esteja atenta àquelas que precisam de ajuda e àquelas que não participam da cerimônia. Ficam ausentes porque não têm condições físicas de participar? O próprio templo é deficiente, por falta de acesso fácil aos participantes? Contornar esses desafios pode ser o mais profundo ato de amor que você já realizou.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos amigos deixe seus comentários e terei prazer em responder, claro se desejar.
Pois será bem vindos.
E disse Jesus aprendei de mim que sou manso e humilde de coração e encornareis descanso para vossas almas.
Tenha sempre bons momentos ao lado de Jesus.